A força do Ituano


2 de novembro de 2021 | Notícias

Capitão Matheus Mancini relembra momentos da campanha desde a estreia em Criciúma e o retorno com o acesso.

No dia 29 de maio, 12 atletas que estiveram no Heriberto Hulse para a estreia na Série C deste ano, retornaram a Criciúma neste último final de semana. Pegorari, Pacheco, Mateus Silva, Matheus Mancini, Bruno Lima, Igor Henrique e Fernandinho foram titulares deste primeiro jogo. Kaio, Zé Vitor, Luisinho e o jovem Aluísio que fez sua estreia no profissional também participaram desta primeira partida. O zagueiro Bernardo ficou no banco e agora entrou no jogo do acesso. Da derrota na estreia até o empate no mesmo local que garantiu o acesso, o Ituano soube construir uma caminhada vitoriosa. “O sentimento é de melhor possível com o acesso. É uma concretização de um trabalho iniciado justamente contra o Criciúma mesmo sendo com uma derrota. Todo os times oscilam durante o campeonato que é longo. Soubemos nos moldar a competição, jogarmos conforme os jogos pediam. O mais importante é que conseguimos o acesso que era o objetivo principal” relembra o capitão Matheus Mancini que jogou 12 partidas da campanha do acesso.

Foram utilizados 32 atletas na campanha do acesso. Inclusive jogadores da base que subiram este ano como Aluísio, Felipe Fonseca, Marcelo e o lateral Madison. Lohan que nasceu em Itu já tinha estreado na Série C do ano passado. O atacante Marcelo fez inclusive uma assistência na vitória por 3×0 contra o próprio Criciúma no Novelli pela 1ª fase. Os mais experientes também colaboraram no papel de liderança e em alguns momentos importantes exerceram esta função como capitão do time. O goleiro Pegorari, meio campo Jimenez, zagueiro Mateus Silva, atacante Tiago Silva também foram capitães em determinados jogos. “Isso só confirma a força do nosso grupo. Em nenhum momento teve vaidade entre nós. Estivemos sempre unidos e comprometidos. Isso foi demonstrado durante o campeonato com nossa regularidade. Oscilamos um pouco no começo, mas se analisar no contexto geral, o nosso grupo foi fantástico e fizemos um campeonato excelente” comentou Mancini que foi capitão nos últimos 6 jogos.

A campanha até aqui tem 23 jogos com 12 vitórias, 7 empates e 4 derrotas. O time marcou 30 gols e sofreu 20. Há vitória histórica como contra o Paysandu na Curuzu por 4×1, vitória marcante contra o Figueirense em Florianópolis, vitória importante contra o Paraná porque foi a primeira na competição e vitória impactante contra o Botafogo em João Pessoa por ser na estreia da 2ª fase. Assim como houve empate importante contra o São José em Porto Alegre por ser o primeiro ponto conquistado e empate de confirmação contra o Ypiranga em Erechim. “Acho que o jogo mais importante e mais marcante é o último porque concretizou o acesso. Mas é bom lembrar que todos os jogos tiveram sua importância. Todos são bons frutos de uma caminhada longa e que no final valeu a pena demais” filosofou o capitão Matheus Mancini. A Série C 2021 ainda não terminou. Tem mais um jogo no sábado contra o Botafogo no Novelli. O Ituano quer fazer mais outros dois jogos. Os do título.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Caio Marcelo
Fotografo

2/novembro