Agora o Ituano está de boa


21 de novembro de 2020 | Notícias

Foram 7 gols em 45 minutos com duas viradas no placar, Ituano venceu por 4×3 e assume a 2a posição do grupo.

Após a partida no Novelli Júnior, havia um sentimento de alívio por parte de todos do Ituano. Dos atletas, comissão técnica, staff, funcionários, colaboradores e torcedores. Durante os últimos 45 minutos, viveram todos os sentimentos que o futebol proporciona. Alegria, euforia, preocupação, tensão, decepção, conformismo e finalmente o sentimento de missão cumprida. Foi um jogo épico com duas viradas e 7 gols somente no segundo tempo. O Ituano venceu por 4×3 o Boa Esporte numa virada faltando 4 minutos para o término da partida. “Conseguimos a vitória, mas foi um jogo totalmente atípico. Com certeza vai ficar gravado na memória dos jogadores e de quem pode assistir, escutar pelo rádio ou ver pela televisão. Foi um jogo emocionante. Falei para os jogadores que são estes jogam que fazem o futebol apaixonante. Claro que a gente sofre. Abrimos 2×0, tomamos a virada e fomos buscar forças, não desistimos em nenhum momento, e fomos agraciados com esta vitória que nos deu mais três pontos na competição” lembrou o capitão Paulinho Dias que marcou o 4o gol da equipe. Com a vitória, o Ituano subiu para 26 pontos e assumiu a 2a colocação faltando duas rodadas. O Galo de Itu está próximo da classificação para a próxima fase. Está de boa!

Apesar dos gols na segunda etapa, teve um pouco de emoção nos primeiros 45 minutos. Paulinho Dias cobrou escanteio e Mateus de cabeça quase abriu o placar aos 4 minutos. Marquinho cobrou um escanteio fechado e por muito pouco não fez gol olímpico. No segundo tempo foi um espetáculo. Paulinho Dias cobrou escanteio, a defesa deu rebote e Guilherme de fora da área, de primeira, acertou uma bomba! “Mais um gol muito bonito. Acho que este não merece placa igual o outro. Fico muito feliz em ajudar a equipe com este belo gol!” disse Guilherme que marcou seu segundo gol nesta Série C. Três minutos depois, o próprio Guilherme fez o passe para Fillipe Souto que ajeitou, preparou e acertou uma outra bomba. No ângulo! Logo depois o Boa marcou o gol com Dieguinho. Quinze minutos depois viraram a partida em 3×2. Se o resultado negativo permanecesse, esconderia o golaço de Fillipe Souto. “Fiquei feliz com o meu gol. Estava querendo há tempos. Venho treinando chutes de longe e fui feliz em acerta. Quando tomamos o terceiro gol pensei exatamente isso. Não é vaidade. Mas queria este sentimento de participar de uma vitória com um golaço. É uma alegria individual por marcar um gol, e também uma alegria coletiva por mais esta vitória nossa” explicou Fillipe Souto que marcou seu primeiro gol pelo Ituano.

A vitória épica do Ituano veio nos últimos 4 minutos. Vinicius Bergantin colocou mais 5 atacantes. Entraram Bruno Mota, Kadu, Eduardo Lopes, Luizinho e Luiz Paulo. Após cruzamento, Bruno Mota cabeceia para o gol, goleiro Renan dá rebote e Luiz Paulo aproveita para encher o pé e empatar a partida aos 41. É o segundo gol dele contra o Boa Esporte, sua ex equipe. Aos 43, jogada pela esquerda, passe para Bruno Mota que é derrubado dentro da área e o árbitro marca o pênalti. O incrível é que o Luizinho pegou de primeira e acertou o ângulo. Outro golaço. Não valeu porque o pênalti foi marcado antes. Paulinho Dias cobrou com absoluta calma e confirmou a vitória por 4×3 num jogo eletrizante. “Alguns jogos podem ser mais lembrados, como a primeira partida como profissional, o primeiro título, ou a primeira partida num determinado clube. Mas este jogo vai ficar na minha memória. Num jogo de muita persistência e que lutamos até o final. Estará no meu hall dos grandes jogos. Vamos lembrar sempre com muito carinho aqui no Ituano” afirmou Paulinho. O outro mineiro do elenco Fillipe Souto concorda. “Foi um jogão! Jogo típico para este momento do campeonato. É assim mesmo nesta reta final. O primeiro tempo foi um pouco amarrado. Mas no segundo tempo o jogo ficou mais aberto. Mesmo tendo um período de dificuldade quando sofremos a virada, o time não se abateu. E conseguimos buscar a vitória. Importante demais somar os três pontos neste momento neste momento decisivo. Assim que se forma uma mentalidade vencedora de uma equipe. Estamos muito felizes com isso”. Felizes e de boa!

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

21/novembro