CLASSIFICAÇÃO FICOU PARA A ÚLTIMA RODADA


3 de abril de 2016 | Notícias

Em jogo tenso, Ituano perde para o Mogi Mirim. Goleiro Fábio quase empata de bicicleta no final da partida.

Em jogo tenso, Ituano perde para o Mogi Mirim. Goleiro Fábio quase empata de bicicleta no final da partida.
Com a promoção das garrafas PET, o estádio Novelli Júnior recebeu o segundo maior público neste Paulistão. Compareceram 3.998 torcedores do Galo de Itu para apoiar o Ituano rumo à vitória e se aproximar da classificação. Com tempo bom, jogo marcado no final da tarde e nenhum problema de desfalque, o Ituano não conseguiu jogar bem e perdeu a invencibilidade em casa. “A expectativa era de conquistar uma vitória mesmo sendo contra o Mogi Mirim que lutando contra o rebaixamento seria um adversário difícil. Mesmo assim esperava chegar a uma vitória e chegar na última rodada com uma situação confortável” lamentou Tarcísio Pugliese. O grupo B é o único que ainda não tem definição de classificação. Os 5 clubes podem se classificar. A diferença dos líderes Palmeiras e Novorizontino para o Ituano e Ponte Preta é de dois pontos. “Desde o início sabíamos que era o grupo mais difícil. Tem dois clubes de Série A. O São Bernardo sempre monta times fortes e o Novorizontino prometia um time competitivo. Um grupo equilibrado e a competição mostra isso. Ficamos tristes porque poderíamos estar num situação melhor se tivéssemos vencido o Mogi Mirim em casa hoje. A tristeza de hoje pode ser a alegria do próximo domingo. No futebol já vi muitas coisas acontecerem. Importante é nós vencermos o Red Bull no próximo domingo” lembrou o goleiro Fábio.
O primeiro tempo entre Ituano e Mogi Mirim foi de pouca emoção. Foram duas finalizações que o goleiro Saulo colocou para escanteio. Um chute de Simião de fora da área e uma cabeçada de Naylhor após escanteio de Marcelinho. Mas a melhor oportunidade foi com Peri. Ele recebeu passe preciso de Raul Prata dentro da área e cara a cara com o Saulo chutou cruzado. Para fora. Aos 37 Fábio fechou o ângulo e Keké não conseguiu finalizar para o Mogi. “Nós tivemos dificuldades de entrar na defesa deles. É difícil passar desta primeira linha deles, mas quando conseguimos faltou a gente ser mais agressivo. Faltou ainda ter um pouco mais de tranquilidade. Nosso grupo é jovem e que naturalmente pode sentir uma situação decisiva. Se nós fossemos mais agressivos poderíamos ter saído com a vitória” explicou Tarcísio Pugliese. Com as duas equipes precisando da vitória o jogo melhorou no segundo tempo. Marcelinho em três oportunidades finalizou de fora da área. Para fora. O Mogi apertava e Fábio fez boa defesa em chute de Keké da entrada da área. Tarcísio colocou Guilherme e Marcão para melhorar o poder ofensivo. Mas foi o Mogi que encontrou o gol. Após rebote de escanteio, Ortigosa que tinha acabado de entrar, finaliza na trave e em novo rebote faz o gol da vitória.