Dupla formada na base será titular em Caxias do Sul


24 de junho de 2016 | Notícias

Leo e Luiz Felipe começaram na base do Ituano em 2011. Ambos já jogaram juntos também no profissional.

O Ituano terá dois desfalques para o jogo deste domingo no estádio Centenário contra o Caxias. O capitão Naylhor e o meia Igor foram expulsos em Blumenau e não poderão jogar. O técnico Tarcísio Pugliese confirmou apenas a defesa que terá dois atletas formados na base do clube. O zagueiro Leo de 22 anos formará dupla com Luiz Felipe de 19 anos. “São meninos que tem um potencial muito grande. Eles se dão muito bem. Muitas vezes acabam brigando pela mesma posição, mas é uma competição saudável e que faz com que os dois cresçam cada vez mais. Embora jovens ambos tem muita experiência” analisou Tarcísio Pugliese. Ambos começaram em 2011 quando o gestor Juninho Paulista promoveu o retorno das categorias de base. “Isso facilita. Desde a base jogamos juntos. Eu o conheço e ele me conhece. Isso ajuda bastante durante os jogos. Nós já sabemos o que cada um pode fazer e espero poder fazer um bom jogo ao lado dele mais uma vez” afirmou Leo que já tem 65 jogos no profissional. Enquanto o Luiz Felipe tem 14 jogos. A dupla no profissional jogou duas partidas juntos no profissional. Inclusive na última vitória do Paulista em Campinas contra o Red Bull.

Outro aspecto positivo do atual elenco é o conhecimento de 10 atletas sobre as dificuldades de se jogar no sul. O Ituano jogou em Pelotas em 2014 pela Série D e no Beira Rio no ano passado pela Copa do Brasil. Inclusive o zagueiro Leo que foi titular nestes dois jogos. “O Ituano manteve boa parte do elenco. Muitos jogaram estes dois jogos no sul e sem dúvida que ajuda. São times que jogam com uma pegada maior. Teremos outro jogo difícil” disse Leo. Nestes dois jogos o técnico foi Tarcísio Pugliese que está no clube há quase dois anos. “Ajuda sim. A forma de se jogar no sul do País é diferente. Ainda mais nesta época do ano que está fazendo muito frio aumenta o peso. O fato de termos jogadores que já jogaram lá e que conhece as características das equipes de lá que é um futebol muito competitivo, é jogo de muita bola aérea. O time do Caxias é muito alto. Por isso se temos um elenco já conhece estas dificuldades é um fator positivo para nós” comentou Tarcísio. Além do zagueiro Leo na equipe titular, o goleiro Fábio e os atacantes Claudinho e Marcão jogaram contra o Internacional no ano passado. Em 13 confrontos contra clubes gaúchos há muito equilíbrio. São 6 vitórias de cada lado e um empate. Embora já tenha enfrentado o Caxias duas vezes pela Série B, o Ituano vai jogar pela primeira vez no estádio Centenário. Nos dois jogos no Novelli Júnior, o Ituano venceu por 2×1 em 2004 e empatou em 2005.

O Ituano começou a Série D deste ano com 100% de aproveitamento. Venceu o Maringá no Novelli Júnior e o Metropolitano em Blumenau no último final de semana. Mas Tarcísio Pugliese não se ilude. “Não tenho dúvida que iniciar uma competição com duas vitórias aumenta a confiança. Ainda mais da forma como foi. Jogando bem os dois jogos, e na última partida com um grau maior de dificuldade pois jogamos com dois jogadores a menos. Tudo isso fortalece nossa equipe. Mas é bom lembrar que 14 equipes começaram a Série D com duas vitórias. Isso demonstra que temos que ter os pés no chão” lembrou Tarcísio. Dos 17 grupos, 14 clubes começaram com duas vitórias. Alguns times com goleadas. Esses detalhes já foram passado para o elenco. “Aumenta a confiança do grupo começar vencendo, mas como o Tarcísio sempre fala para nós. Temos que manter os pés no chão” disse o zagueiro Leo.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP 

22/junho