EDITORIAL DE JUNINHO PAULISTA


12 de outubro de 2018 | Notícias

No Dia das Crianças, o futebol paulista apresenta um ensinamento errado na categoria sub 17.

“A responsabilidade dos clubes na formação dos atletas nas categorias de base é muito grande. É dever e compromisso dos diretores e comissões técnicas ensinar os conceitos de respeito, honestidade, lealdade, amizade e cordialidade na prática do futebol. O esporte é pródigo nestes ensinamentos que moldam o caráter destas crianças quando se tornam adultos. A amizade no esporte é duradoura. Diria que eterna. Muito do meu caráter foi formado no futebol desde a categoria de base”.

“Por isso eu repudio o que aconteceu hoje no Parque São Jorge no jogo de sub 17 entre Corinthians e Amparo. O time da capital já classificado entrou em campo com uma equipe reserva. Apenas um titular que tem jogado esteve em campo. Se não bastasse, o time demonstrou total falta de interesse no jogo. Após o intervalo, foram feitas duas alterações. Depois mais três alterações. Ainda teve um atleta expulso. Um zagueiro fez falta dura e recebeu segundo amarelo. Na base são permitidas 6 alterações. Por isso foi feita outra alteração. Perto do final, um atleta caiu com câimbras. Ficou do lado de fora por 5 minutos e o Corinthians seguiu jogando com 9 atletas. Resultado, o Amparo venceu e conseguiu a outra vaga do grupo”.

“O Ituano foi eliminado sim. Mas não só pelo “resultado” de hoje. Mas porque empatou em casa com o Amparo e com o próprio Corinthians. Ficou fora porque não venceu o Barbarense em Santa Bárbara. Ficou fora também pelos próprios erros. Mas em nenhum momento deixou de jogar. De buscar a vitória como deve ser o futebol. Como deve ser na prática do esporte. Erro maior e grave é quando se deixa de lado a busca pela vitória em troca de uma classificação. Principalmente nas categorias de base. Que lição estes jovens destas 4 equipes vão carregar para o futuro? “

Juninho Paulista
Gestor do ITUANO FC

12/outubro