GUARDA MUNICIPAL DE ITU PREJUDICOU O ITUANO SUB 20


13 de maio de 2016 | Notícias

Ituano sub 20 vencia o Rio Branco por 3×1 no Novelli Junior. Durante o intervalo a Guarda Municipal foi embora.

Ituano sub 20 vencia o Rio Branco por 3×1 no Novelli Junior. Durante o intervalo a Guarda Municipal foi embora.

Numa partida oficial de futebol não há necessidade dos 22 atletas em campo. Se faltar alguém do trio de arbitragem, o segundo assistente poderá ser improvisado. Agora há elementos num jogo que são imprescindíveis. A bola, ambulância com médico e o policiamento. Se um deles faltar a partida será interrompida. Foi o que aconteceu esta tarde no Novelli Júnior entre Ituano e Rio Branco pelo Paulista sub 20. A Guarda Municipal de Itu chegou com 25 minutos de atraso o que atrapalhou o início da partida. O ofício foi protocolado as 11 horas da quarta feira após a vistoria da Federação Paulista de Futebol. Este é o primeiro jogo da competição na casa do Ituano. Após o início com atraso, o Ituano não tomou conhecimento do Rio Branco e foi logo marcando. Juliano fez aos 21, Fagner ampliou aos 31 e Ximenes fez 3×0 aos 35. Antes do intervalo o time de Americana descontou. Enquanto os atletas foram para os vestiários, a Guarda Municipal abandonou o posto. Foram embora do estádio Novelli Júnior.

Ao retornar do vestiário, o árbitro percebeu a ausência da viatura e avisou o Ituano que daria 30 minutos, como consta no regulamento, para que retornassem. Após insistentes ligações, outra viatura da Guarda Municipal retornou ao Novelli Júnior. Mas com 32 minutos, dois além do limite permitido. Os atletas do Rio Branco quando viram a entrada da viatura, correram para o vestiário, após orientação da diretoria. O árbitro teve bom senso e foi até o vestiário do clube de Americana e pediram para retornarem a campo. A direção do clube não autorizou. Sem ter o que fazer, o árbitro deu por encerrada a partida que agora irá para julgamento. A vitória foi lhe arrancada pela irresponsabilidade da Guarda Municipal que abandonou o posto. Cabe o clube aguardar o julgamento no TJD da FPF. E também as providências sérias que a Prefeitura de Itu deverá tomar com o comandante da Guarda Municipal após esta falha na conduta dos seus homens.  “Lamento que isso tenha ocorrido. Todos sabem nossos esforços e dedicação com as categorias de base. Farei de tudo para que isso não ocorra novamente. Inclusive pedindo autorização a Federação Paulista para a utilização de segurança particular sendo contratada para os jogos da base. Não podemos ficar a mercê de uma situação como ocorreu nesta sexta” afirmou o gestor Juninho Paulista.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

13/maio