Ituano e Criciúma empatam em bom jogo


12 de setembro de 2020 | Notícias

Pacheco fez um golaço após passe preciso de Serrato numa jogada bem trabalhada.

O Ituano esteve na frente por duas vezes na partida no Novelli Júnior. Nos dois gols marcados por Bruno Mota e Pacheco, as jogadas foram bem trabalhadas até a conclusão final. Sofreu o primeiro empate num pênalti que existiu e o segundo empate após um cruzamento. Até os 6 minutos de acréscimos, os dois times buscaram o gol da vitória. Ituano e Criciúma valorizaram a partida. “Acredito que sim. As duas equipes exigiram muito uma da outra. No final, foi mais um golpe duro na gente. Fizemos a melhor apresentação no campeonato. Com bastante volume de jogo. Com posse de bola. Com chegadas ao ataque. Difícil ter sempre o mesmo discurso, que a gente confia em tudo que estamos fazendo. Os jogadores estão empenhados e mesmo assim o resultado não veio. Isso dói bastante nos jogadores. Isso dói bastante na comissão. E não vamos apontar o dedo para ninguém. Vamos seguir o trabalho para os atletas que estão dando tudo para conseguir a vitória e sair desta sequência. Vamos ter um trabalho mental muito forte para continuar jogando bem e buscar as vitórias” comentou o técnico Vinicius Bergantin. O lateral Pacheco, destaque na partida, concorda, sem eximir a responsabilidade do próprio time. “Todos os jogos estamos muito próximos da vitória. Por detalhes mais uma vez terminou em empate. Tem erro da arbitragem, mas também tem erro nosso. Não podemos tirar nossa culpa” afirmou. Próximo compromisso do Ituano será em Varginha, contra o Boa Esporte no outro fim de semana.

Em seu segundo jogo seguido no Novelli, o Ituano entrou em campo sabendo da necessidade da vitória, mesmo reconhecendo a força do Criciúma, clube acostumado a disputar a Série B. Com 11 minutos, foi o Ituano foi o primeiro time a finalizar ao gol. Eduardo Lopes chutou com perigo de fora da área. Aos 17, o Criciúma pressionou e não conseguiu concluir. Pacheco saiu em velocidade pela direita e tocou para Marquinhos que dentro da área, parou a jogada, e cruzou rasteiro para o meio. No final do lance, Bruno Mota se esticou e tocou com o pé esquerdo para marcar o seu primeiro gol. “Estou aliviado pelo meu primeiro gol pelo Ituano. Estava me cobrando bastante. Deixei passar algumas oportunidades, mas desta vez fui feliz em fazer o gol. Mas saio triste com o resultado final, pois estamos buscando os três pontos. Vamos continuar trabalhando em busca desta vitória” disse Bruno Mota. O primeiro empate veio depois de 4 minutos em pênalti marcado acertadamente. O goleiro Agenor cobrou com qualidade e empatou o jogo. Antes do intervalo, Gabriel Barros avançou pela esquerda, entrou na área e bateu para o gol. A bola subiu e saiu por cima do gol. No segundo tempo, o Ituano aumentou a pressão em busca do gol da vitória. Vinicius Bergantin fez duas alterações com as entradas de Correa que volta de lesão e Luiz Paulo para aumentar a pressão. Quase saiu o gol. Correa com muita qualidade levantou na cabeça de Léo Santos que tentou a bicicleta. Acertou a bola e quase fez. Mas na queda, se machucou e houve muita preocupação.

O zagueiro Léo Santos teve uma queda muito feia e teve que sair de maca. O médico Alexandre Santoro explica. “O Léo está bem. Colocamos a imobilização cervical nele. Foi para o vestiário, ficou sob observação. Agora foi encaminhado para o hospital para fazer os exames auxiliares para todos nós termos uma maior tranquilidade. Tanto para ele, para a família e a equipe toda” explicou o médico do Ituano. Quatro minutos depois do lance preocupante, um golaço numa jogada bem trabalhada em velocidade. “Foi uma triangulação boa, é difícil um lateral entrar ali naquele setor. Fui feliz no chute. Isto é muito treinamento. E no jogo a bola entra” explicou Pacheco que recebeu passe preciso de Serrato e acertou uma bomba. A vitória do Ituano se aproximava até que aos 38 minutos, Vitor Guilherme cruzou para Léo Ceará empatar o jogo. “Foi um jogo de alta competitividade. Alta intensidade. No segundo tempo dominamos mais as ações do jogo, infelizmente num contra-ataque eles conseguiram fazer o segundo gol e o empate. Vamos erguer a cabeça e continuar trabalhando. Não podemos ter dúvida, ter desconfiança e seguir em busca desta vitória” disse Bruno Mota, autor do primeiro gol. O técnico Vinicius acredita que o Ituano entendeu a Série C. “Tenho certeza que sim. Sofremos bastante no início do campeonato com os times jogando no nosso erro. Infelizmente no segundo gol deles houve uma falta clara no Pacheco. Não quero justificar o resultado, mas nossa equipe está encorpando na competição mesmo sem a vitória aparecer”. O lateral Pacheco completa. “A vitória está se aproximando, mas não podemos errar. Temos que acertar este detalhe para ganhar” afirmou. Com o empate, o Ituano segue em 7º, agora com 6 pontos.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

12/setembro