Ituano e Santo André vão decidir um título pela terceira vez


18 de abril de 2017 | Notícias

Foram duas decisões de Copa Paulista. Em 2002 o Ituano foi campeão. No ano seguinte foi a vez do Santo André ganhar o título.

Ituano e Santo André começam a decidir o título do Torneio do Interior na próxima sexta ás 16 horas no Novelli Júnior. O jogo será neste horário por causa do feriado. Os dois clubes vão reviver os bons duelos do início deste século quando subiram da A2 e decidiram duas Copas Paulistas. Na época se enfrentaram 16 vezes entre 2000 e 2003. Em 2000 os dois clubes se enfrentaram na A2 e brigaram pelo acesso na Série C do Brasileiro. Em 2001, os dois subiram juntos para a Série A1. Em 2002 foram mais 6 confrontos. Dois no Paulista sendo que no returno houve um empate em 1×1 no Bruno Daniel e o zagueiro Vinicius Bergantin marcou o gol de empate cobrando falta. Este ponto ajudou o Ituano a conquistar o título daquele ano já que a disputa foi por pontos corridos. No segundo semestre disputaram a Copa Paulista que naquele ano teve o nome de Copa Mauro Ramos. Na 1ª fase o Ituano venceu em casa e o Santo André venceu no ABC.  Os dois chegaram a final. Sob o comando do técnico Macalé que havia subido dos júniores e com um time de garotos, goleou o Santo André por 5×0, com dois gols de Tita, e gols de Fernando Gaúcho, Juliano e Caio. “Nosso time era muito jovem e a base que tinha vindo juntos do sub 20. Tinha o Pierre e o Elson, ambos que depois foram para o Palmeiras. Este entrosamento nos ajudou e fizemos uma grande partira naquele dia” lembra Vinicius Bergantin, atualmente auxiliar do Roque Júnior. No jogo da volta disputado em 8 de dezembro, os torcedores do Ituano que foram ao Bruno Daniel viram o Galo de Itu sair na frente com um gol de Fernando Gaucho e sofrer a virada no segundo tempo. Com a vantagem construída no primeiro jogo o troféu veio para Itu após a volta olímpica. “Que troféu pesado! Foi meu último jogo pelo Ituano. Depois fui para a Alemanha” contou Vinicius Bergantin que foi jogar no Hannover.

No ano seguinte foram mais 5 confrontos entre Ituano e Santo André. Já sob o comando do técnico Ruy Scarpino que havia voltado ao clube ainda no título da Copa Paulista para ajudar o Macalé, o Ituano focou as atenções na Série C. Naquele ano a disputa pelo título Brasileiro foi disputado por uma fase final entre 4 clubes. Ituano, Santo André, e os paraibanos Campinense e Botafogo. O Ituano venceu o Santo André em Itu por 2×1 e empatou em 0x0 no ABC. Na penúltima rodada venceu o Campinense no Novelli por 1×0 e foi para João Pessoa buscar um empate em 4×4 e conquistar o título e o acesso para a Série B. O Santo André venceu o Campinense e ficou com a segunda vaga e o vice campeonato. Curiosamente os dois também chegaram a final da Copa Paulista. No retorno para Itu fez o primeiro jogo da final contra o Santo André e venceu com um gol de Terrão. “Este jogo foi uma festa para os torcedores comemorarem o título do Brasileiro. Tanto que os jogadores do Santo André entregaram a faixa de campeão para nós. No dia seguinte a diretoria dispensou parte do elenco já que o principal objetivo já tinha sido alcançado. Apesar do título que ainda estava em jogo” lembrou o técnico Ruy Scarpino. O Ituano foi com um time misto para a final no Bruno Daniel e perdeu por 4×1. Rômulo fez o gol de honra. O Santo André ficou com o título. Agora a disputa do Torneio do Interior dá a vaga ao campeão na Copa do Brasil do próximo ano. A disputa será um tira teima entre estes dois rivais. O jogo da próxima sexta será o 50ª da história desde 1990.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP 

17/abril