Ituano e XV empatam e dividem a liderança na Copa Paulista


24 de julho de 2016 | Notícias

Renan abriu o placar para o Ituano aos 17 minutos do 1º tempo e marcou o seu primeiro gol pelo time profissional do Clube.

Sob um sol de 27 graus, o Ituano superou as adversidades e empatou por 1 a 1 com o XV de Piracicaba na manhã deste domingo no Novelli Júnior. A equipe de Itu levou 3 jogadores para o banco de reservas. Na Copa Paulista são 28 inscritos e 20 atletas viajaram para Lins, onde jogaram pela Série D. O técnico Fabrício Nunes soube administrar a situação. “Quando a gente está sabendo não fica complicado. E a gente sabe da qualidade do grupo, da disposição e do comprometimento. Então não atrapalhou. Pelo contrário. Aqueles que entraram deram conta do recado, assim como na semana passada. Está tudo tranqüilo”, disse o treinador que acabou perdendo dois jogadores por lesão na partida. O jogo começou bastante disputado no meio de campo, sem criação de jogadas. Na primeira chance de gol, o XV levou perigo. Zé Mateus arriscou de longe e forçou o goleiro Diego a espalmar para escanteio. Em seguida, Barreto recebeu dentro da área, mas bateu franco para defesa tranquila de Diego. O Ituano, na primeira vez que criou, marcou o gol. Anderson Zangão recebeu na área e tocou para Renan. O lateral dominou e bateu cruzado no canto esquerdo do goleiro Douglas para abrir o placar aos 17 minutos do 1º tempo. “Graças as Deus eu pude marcar o primeiro gol como profissional. É uma felicidade muito grande. A gente vem trabalhando para isso durante a semana e graças a Deus o gol pôde sair no jogo de hoje. Então é seguir trabalhando. A equipe do XV é muito qualificada e não é a toa que está ali na frente junto com a gente”, comentou Renan que fez a sua quarta partida pelo time profissional.

Atrás do placar, o XV de Piracicaba passou a pressionar o Ituano, que explorava os contra-ataques. Em um deles, Anderson Zangão quase marcou. O atacante recebeu livre, entrou na grande área e na hora de finalizar sentiu uma lesão, tendo que ser substituído aos 28 minutos do 1º tempo. As melhores oportunidades do XV saiam dos pés de Romarinho. Na primeira ele recebeu e bateu cruzado à esquerda do goleiro Diego. Antes do fim do 1º tempo mais uma chance. Romarinho cobrou falta e Diego espalmou. A bola ainda tocou a trave antes do árbitro Alysson Fernandes Matias assinalar impedimento de Celsinho. O 2º tempo começou quente, com as duas equipes criando oportunidades. O Ituano chegou primeiro. Juliano recebeu na direita e cruzou para Robson bater fraco para a defesa de Douglas. Em seguida, o XV chegou com Rodolfo. O atacante do time de Piracicaba fez jogada individual e bateu cruzado assustando o goleiro Diego. O lance motivou o XV, que passou a dominar mais as ações do jogo e arriscar chutes de longa distância. Samuel tentou primeiro e chegou a arrancar o grito de gol, mas a bola foi na rede pelo lado de fora. Celsinho também arriscou, mas a bola saiu à direita de Diego.

O XV de Piracicaba pressionava e teve a chance do empate aos 21 minutos do 2º tempo. Romarinho recebeu dentro da área e ao cruzar, a bola bateu no braço de Matheus, que minutos antes entrou no lugar de Andrey que também saiu machucado. O árbitro Alysson Fernandes Matias marcou a penalidade máxima. Na cobrança, o atacante Rodolfo mandou por cima do gol de Diego. Depois do pênalti desperdiçado, o jogo voltou a ficar equilibrado. Enquanto o XV tentava chegar com bolas alçadas na área, o Ituano ameaçava nos contra-ataques, sem êxito. O empate do XV Piracicaba veio quase no final do jogo. Após cruzamento da direita, o goleiro Diego socou a bola. Na sobra, Romarinho sozinho bateu de primeira para empatar o jogo aos 39 minutos do 2º tempo. “O time foi bem. Nós sabíamos a dificuldade do jogo. Mas nós também temos uma proposta de jogo. No 1º tempo teve esta proposta. No 2º tempo era obrigação do XV sair um pouco mais para o jogo e nós soubemos nos defender. E aconteceu o gol numa desatenção, vamos colocar assim. Mas é coisa corrigível e normal, que se a gente estivesse mais próximo do Romarinho não aconteceria. Mas acredito que tivemos chance de sair com a vitória. Mas eu gostei da partida e principalmente da dedicação e desempenho dos jogadores” analisou o técnico Fabrício, que comandou o time principal pela segunda vez. Com o empate, o Ituano chegou aos 7 pontos mantendo a liderança do Grupo 3 ao lado do XV Piracicaba. “Pelas circunstâncias do jogo, onde saímos na frente do placar, poderíamos ter saído com a vitória. Não foi o resultado que a gente queria. Mas o 1 a 1 ficamos dividindo a liderança do grupo junto com o XV. E agora é seguir trabalhando firme e em busca dos objetivos” completou Renan. O Ituano volta a jogar pela Copa Paulista na próxima quarta-feira diante do Red Bull no Novelli Júnior.

 

Wallace Quaresma
Jornalista Mtb 57.931 S.P.
Agência Fellegger
Assessoria de Imprensa Ituano

Foto:
Mauro Horita

24/julho