Ituano conquista classificação com garra e disciplina


23 de junho de 2019 | Notícias

Com gols de Fellipe e Claudinho e assistências de Correa, o Ituano venceu a Caldense e está classificado às 8as da Série D.

Foi uma classificação de bravos! Foi uma vitória fora de casa contra a Caldense que fez a melhor campanha na 1ª Fase. A vaga foi conquistada com sangue do zagueiro Mateus que saiu lesionado de campo após um choque de cabeça. Os gols foram marcados como o técnico Vinicius Bergantin alertou para esta fase da competição. A vitória por 2×0 teve a presença de quase 100 torcedores da Galoucura e Ferroviários que viajaram 200 km até Poços de Caldas e viram na manhã deste domingo a classificação do Ituano para as 8as de Final da Série D.  “A gente soube jogar este mata mata com espírito de equipe. Tivemos uma disciplina tática muito boa. Nós soubemos sofrer e controlar o jogo neste confronto difícil contra a Caldense. Estamos muito focados nesta competição. A chave desta classificação é que não só os 11 que estavam em campo, mas todos os atletas a disposição e também todos da comissão técnica e staff estão pensando no mesmo objetivo. Estava claro para todos o que nós tínhamos que fazer e colocamos em prática apesar de todas as dificuldades que a Caldense nos impôs” explicou Vinicius Bergantin que antes de chegar em Itu na viagem de retorno ficou sabendo do resultado final em Taguatinga. O próximo adversário será o Vitória que venceu o Brasiliense por 2×1 e conquistou a vaga. O primeiro jogo será no Espírito Santo e a partida de volta no estádio Novelli Júnior.

O Ituano começou a partida sendo pressionado. Com bolas cruzadas e escanteios conquistados nos primeiros quinze minutos. A intensidade do jogo da Caldense era neutralizada com eficiência pelo sistema defensivo do Ituano. Pegorari quase não foi acionado. Até que a garra e a vontade de vencer das duas equipes provocaram lesões. A Caldense perdeu o atacante Leleco e o meia Guilherme Martins com menos de 30 minutos. O Ituano perdeu o zagueiro Mateus que sofreu uma pancada na cabeça e um corte nos supercílios. Sangrando teve que deixar o campo e recebeu 3 pontos do médico Alexandre Santoro. O jovem Fellipe entrou no seu lugar e deu conta do recado. Manteve o nível de jogo e no final foi premiado com um gol. “Saiu um escanteio e o Correa sempre fala para nós. ‘Ataca a bola!’ Nós sabemos que a bola parada dele é boa. Ele cruzou no segundo pau e fui feliz em cabecear e fazer o gol”. Assim como Mateus, Fellipe também veio da base e fez contra a Caldense seu 25º jogo pelo clube. E marcou seu primeiro gol. “Foi uma emoção muito grande. É uma explosão de alegria. O gol realmente é o melhor momento do futebol. Poder marcar um gol pelo clube que me acolheu tão bem desde que cheguei aqui, é um momento único na minha carreira. Só tenho que agradecer a Deus por tudo que vem acontecendo na minha vida” disse Fellipe. Nos acréscimos, o gol fatal de Claudinho. “Foi um contra-ataque. O Correa mais uma vez foi feliz na assistência. Ele viu minha movimentação e fez a jogada. Recebi na frente e fui coroado com este gol. Estou feliz em comemorar a marca de 120 jogos com um gol. Não é qualquer jogador que chega a esta marca” comentou Claudinho que agora tem 13 gols pelo Ituano.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Wagner Silva
Fotografia Agência #41

23/junho