ITUANO FAZ SUA MELHOR CAMPANHA NA COPA SAO PAULO


20 de janeiro de 2016 | Notícias

Ao enfrentar o Corinthians, atual campeão da Copa São Paulo e maior vencedor da competição, o técnico Rogério Pinheiro havia comentado que a carga de emoção seria maior.

Ao enfrentar o Corinthians, atual campeão da Copa São Paulo e maior vencedor da competição, o técnico Rogério Pinheiro havia comentado que a carga de emoção seria maior. Com o Major José Levi Sobrinho em Limeira cheio, mas também com a boa presença dos torcedores do Galo de Itu, a equipe do Ituano jogou e propôs o jogo. Mesmo sofrendo uma goleada de 6×1, deixou boa impressão a todos que viram a partida no estádio ou pelas três emissoras de televisão que transmitiram ao vivo a partida. Recebendo inclusive elogios por parte dos comentaristas pelo trabalho realizado na base do clube. “É um ponto positivo do Ituano. Mesmo estando com o placar negativo, a equipe jogou, Soube permanecer organizado tanto defensivamente como ofensivamente e manteve a tranquilidade. Sempre pedi isso a eles. Temos que jogar. Mostrar o melhor futebol. É isso que o Ituano demonstrou nessa competição que é muito difícil. Até pela campanha que fez” comentou Rogério Pinheiro. Esta é a melhor campanha do Ituano em 8 participações de Copa São Paulo.
O jogo começou eletrizante em Limeira. O Ituano chutou a primeira com Wesley para fora. Na primeira finalização do Corinthians gol. Leo Príncipe cruzou da direita e Tocantins fez de cabeça aos 8 minutos. Aos 13 o segundo gol. Leo Jabá entrou na área e cruzou rasteiro para Gabriel Vasconcelos que foi derrubado por Fellipe. Maicon cobrou o pênalti e fez 2×0. O Ituano respondeu na sequência. Wesley cruza da direita para Gabriel Braga que recebe dentro da área, protege a bola e solta para Leo Souza. Ele puxa para o pé esquerdo e enche o pé para diminuir. Falta na meia esquerda para o Corinthians. Gabriel Vasconcelos cobra colocado e Júnior faz boa defesa. O Ituano respondeu com duas finalizações e parou no goleiro Felipe. A primeira no chute com Leo Souza depois de jogada de Wesley e a outra com Patrick. Não fez e sofreu dois gols em contra-ataques. Leo Jabá avançou pelo meio e soltou para Matheus Pereira que entrou na área e bate no canto. Antes do quarto gol, o goleiro Felipe evitou o gol de Ituano num cabeceio cara a cara. Aos 45, Léo Jabá recebe em velocidade pela esquerda e dá um toquinho no canto para fazer 4×1. “A transição do Corinthians é muito rápida. Tinha visto isso no vídeo. Pedi para eles terem atenção na saída de bola deles. Quando eles recuperam a bola, a saída é com muita rapidez e qualidade. É uma característica deles onde são muito fortes” analisou Rogério Pinheiro.
No início do segundo tempo o Ituano teve chance de diminuir com Breno que entrou na equipe. Ele roubou a bola do zagueiro e chutou no canto do goleiro Felipe. A bola passou raspando o poste. No segundo lance, Leo Souza recebeu dentro da área e quando foi chutar foi travado. A bola sobrou para Breno que finalizou em cima do Felipe. Rogério Pinheiro manteve a postura ofensiva e colocou os atacantes Lucas e Fagner. E foi Lucas que fez boa jogada aos 23 e tocou para Gabriel Braga que finalizou por cima. O Corinthians quando desceu ao ataque conseguiu mais um pênalti. Romão entrou na área e foi tocado por Lucas. Tocantins cobrou e fez 5×1. E chegou ao 6º gol aos 38. Claudinho cruzou da esquerda e Léo Jabá fez de cabeça. O Ituano se despediu da competição com 5 vitórias e 2 derrotas em 7 jogos. No ano passado já tinha feito a melhor campanha chegando as 8as. E agora chegou à fase de quartas de final. “Tomara que em 2017 a gente possa chegar a semifinal. Estamos melhorando. O trabalho do Ituano desde o Doriva e passando pelo Vinicius está sendo muito bem feito. Os profissionais que trabalham aqui na base são competentes. Temos que continuar assim e que a cada competição possamos chegar mais perto da final” afirmou Rogério Pinheiro que começou bem sua carreira de técnico.

ITUANO – Júnior; Sidney, Fellipe, Andrey e Luis Henrique; Caprioli, Ximenes (Lucas aos 68) e Patrick (Breno aos 51); Gabriel Braga (Fagner aos 79), Leo Souza e Wesley. DT: Rogério Pinheiro.
GOLS: 0x1 Tocantins 8, 0x2 Maicon(pênalti) 13, 1×2 Leo Souza 16, 1×3 Matheus 37 e 1×4 Léo Jabá aos 45; 1×5 Tocantins 33 e 1×6 Léo Jabá aos 38 do 2º.
ÁRBITRO: Thiago Luis Scarascati.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP
Mauro Horita
Fotografia
20/janeiro