Ituano fechou 2018 com outra derrota


22 de outubro de 2018 | Notícias

Martinelli abriu o placar no 1o tempo e marcou seu 4o gol. A vantagem inicial não foi suficiente para garantir a vitória em casa.

Após a eliminação precoce em Piracicaba, o Ituano queria terminar a Copa Paulista em casa, diante do seu torcedor com uma vitória. A conversa nos dois dias que antecederam a partida contra o Novorizontino era terminar de forma honrosa. Não foi o que aconteceu. “A gente colocou como meta terminarmos a temporada com uma vitória. Mesmo não se classificando, estaríamos apagando estas 4 derrotas. Nós também mostramos que uma sequência de 5 derrotas seria uma sequência muito negativa para todos nós profissionais e para o clube. Talvez o baque pela desclassificação foi muito grande. É inadmissível, mas não conseguimos nos reerguer e manter o alto nível que jogamos em outras partidas” lamentou Vinicius Bergantin. O Ituano perdeu de virada por 2×1, teve um jogador expulso na segunda etapa e igualou uma marca negativa de 2010 com 5 derrotas consecutivas. Se o Ituano não conseguiu se despedir como queria, os torcedores dos Ferroviários deixaram o estádio cantando mensagens de incentivo ao Galo de Itu. A Galoucura também apoio o tempo todo. Exemplos para um Ituano forte mentalmente em 2019.

O jogo começou a partida criando boas oportunidades. Com 7 minutos, Giba bateu forte e cruzado. Em outro lance, foi a vez de Bassani chutar rasteiro no canto para o goleiro colocar para escanteio. Em outro ataque, Bassani cobrou escanteio e Martinelli marcou o gol para a alegria dos torcedores que foram ao Novelli Júnior. O segundo tempo foi outro jogo a partir do empate com dois minutos. O empate veio também de cabeça. Em seguida veio o gol da virada. Vinicius fez duas alterações colocando Xavier e Morelli. Em seguida veio a expulsão do zagueiro Mateus e a reação ficou mais difícil. Mesmo assim no último minuto poderia ter empatado. Martinelli foi derrubado na área e o pênalti foi marcado. Giba cobrou por cima. A bola tocou no travessão e saiu. “Foi um jogo morno. Até tivemos boas oportunidades no primeiro tempo e saímos na frente. Justamente aquilo que nós alertamos no intervalo aconteceu. Eles iam pressionar por causa da classificação no campeonato. Tínhamos que voltar atento, principalmente na parte de atrás porque o Novorizontino ia tentar o resultado. Voltamos apáticos e pagamos o preço” explicou Vinicius Bergantin.  Agora é pensar no planejamento para 2019. O Conselho Arbitral do Campeonato Paulista será nesta próxima terça, inclusive com o sorteio dos grupos.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP 

Fotografia cedida por
Moura Nápoli 

21/outubro