Ituano mantem base forte para a Copa SP 2020


30 de dezembro de 2019 | Notícias

Elenco reunido com comissão técnica e o gestor Paulo Silvestri.

O Ituano inicia nesta quinta, 2 de janeiro, sua 12ª participação na Copa São Paulo. Desde 2014 participa ininterruptamente da principal competição sub 20 do Brasil. Sua melhor campanha foi em 2015 quando teve 80% de aproveitamento em 7 jogos, mas foi eliminado nas 8as de final. Mesmo assim fez o seu ataque mais positivo com 14 gols. No ano seguinte conquistou sua melhor posição terminando na 6ª posição, sendo eliminado nas 4as de final. Em 2017 teve a defesa menos vazada com apenas 3 gols sofridos em 6 jogos. No ano passado, o Ituano foi eliminado precocemente na 2ª Fase numa disputa de pênaltis contra o Red Bull em Jundiaí. Mas apresentou sua maior revelação em 11 participações de Copa São Paulo. Gabriel Martinelli marcou 6 gols em 4 jogos e hoje defende o Arsenal de Londres. “O Martinelli deixou ótimos exemplos. Não só pela qualidade técnica que ele tem, mas pela dedicação dele. Tanto nos treinamentos como nos jogos. Nunca questionava uma ordem. Sempre estava disposto a ajudar o time. Esse comportamento tem muito valor. Ele merece estar onde está” afirmou o técnico Zé Sergio.

O elenco de 30 atletas tem 16 que disputaram o Campeonato Paulista sub 20. Do time titular são 9 atletas. A manutenção de uma boa sequência de trabalho ajuda muito. “Chegamos a uma semifinal de Campeonato Paulista, mas tivemos muitas dificuldades durante o ano inteiro. Isto porque desde a Copa São Paulo foram saindo alguns jogadores. Saíram Leo, Donizete e João Felipe. No segundo semestre conseguimos montar uma base boa. Deste time que terminou o Paulista perdemos três jogadores importantes. O Leo Duarte e o Bernardo que estouraram a idade e subiram para o profissional e o meia Geovane que estourou a idade e foi emprestado. Estamos encaixando o time, mas a base foi mantida” explicou Zé Sergio que chegou ao Ituano em janeiro de 2018. O elenco atual ainda tem 12 atletas que vieram do sub 17 que chegaram as Quartas de final do Paulista. O elenco é completado com mais dois atletas que chegaram em setembro e não disputaram o Paulista.

Zé Sergio dirigiu o Ituano na Copa São Paulo 2019. Com sua experiência de outras participações nesta competição, explica: “A Copa São Paulo é um tiro curto. Não adianta sair a mil e depois não ter gás para continuar no mesmo ritmo. No início deste ano tivemos um pouco deste problema. Começamos muito bem na 1ª Fase, e depois caímos um pouco no primeiro mata mata contra o Red Bull. Não foi por qualidade técnica que saímos. Mas perdemos nos pênaltis”. Neste ano o Ituano estreia dia 2 contra o Vilhenense/RO às 19hs. No domingo, dia 5, enfrenta o Socorro/SE às 20hs45 e na outra quarta enfrenta o Fluminense/RJ às 19hs15. “Agora quero administrar melhor esta situação para este ano. Fizemos uma boa preparação, inclusive na parte física. Agora montamos o time. Entraram alguns atletas do sub 17 que tem muita qualidade para entrar e jogar. E claro aqueles jogadores que terminaram o Campeonato Paulista. Isto é uma grande coisa. Não tivemos que começar do zero. Praticamente todos os garotos já se conhecem. Temos uma forma de jogar e vamos trabalhar em cima deste jeito nosso de jogar. A expectativa é boa. Mas Copa São Paulo é diferente do Campeonato Paulista. Existe televisão e toda a exposição na mídia. Aí envolve o emocional do jogador. Eles têm que estar preparados para esta situação. No Paulista só teve TV nas finais. A resposta foi positiva. Esperamos uma nova resposta positiva deles” finalizou Zé Sergio. 

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP
30/dezembro