Ituano não marca e perde no Novelli Júnior


7 de março de 2017 | Notícias

O Ituano buscou o gol desde o início contra a Ponte Preta. Mais uma vez não fez e sofreu a derrota em pleno Novelli Júnior.

Ituano e Ponte Preta sempre fazem um jogo muito disputado. O Ituano precisava da reabilitação e recuperar sua segunda posição no grupo. Enquanto a Ponte que perdeu o técnico na sexta, queria afastar o mau momento e se manter na briga pela vaga. Com isso os dois times jogaram para frente no primeiro tempo. Os goleiros Fábio e Aranha trabalharam bastante. A falta de gols do Ituano influenciou no resultado. Depois a falta de critério do árbitro Claudio Rocha Filho deixou o Ituano com um a menos. No final a Ponte conseguiu o gol e a vitória. “Pelo que nós produzimos no jogo, principalmente no primeiro tempo o resultado foi injusto. Também pelas coisas que ocorreram na partida. A expulsão do Morato é aceitável, mas durante o jogo tiveram situações similares e não agiu da mesma forma. Tivemos mais volume, tivemos 14 finalizações, mesmo tendo um jogador a menos em boa parte da partida” comentou o técnico Tarcísio Pugliese. O capitão Naylhor também lamenta. “A gente saí com um gosto amargo por não ter conseguido o resultado positivo. Nós temos consciência que não estávamos jogando bem, mas hoje jogamos bem. Buscamos o jogo, mesmo quando ficamos com um a menos, a gente jogou. Tentamos o gol o tempo todo. A Ponte estava com medo de sair para o jogo, mesmo a gente com um a menos. No contra ataque eles conseguiram o gol. Nem sempre quando você joga bem, vem a vitória” comentou. Com a derrota o Ituano caiu para a 4ª posição no grupo com 8 pontos. Foi ultrapassado por Botafogo e São Bernardo.

Com 10 minutos de jogo, o Ituano tinha chegado duas vezes ao gol com uma cabeçada de Naylhor e um chute rasteiro de Romarinho. A Ponte também tinha chegada duas vezes com Lucca e Pottker. Fábio fez as defesas. O jogo foi bom na primeira etapa. Guly tentou duas vezes. Uma com uma bomba da entrada da área e a outra numa cabeçada. Nas duas o goleiro Aranha evitou o gol. Morato em outras duas vezes tentou finalização de fora da área. A Ponte chegou numa jogada rápida pela direita. Pottker cruzou e Clayson com o corpo na frente da zaga fez o gol. O assistente Gustavo Rodrigues anotou o impedimento. Antes porém o árbitro já havia cometido um erro. Pottker pisou no zagueiro Naylhor que estava caído. Nem amarelo mostrou apesar de alertado pelo 4º árbitro Daniel Bernardes que o pisão havia acontecido. No início do segundo tempo aconteceu a expulsão de Morato. Ele fez uma falta por trás em Matheus impedindo o contra ataque. Recebeu o vermelho direto. Mesmo com um jogador a menos o Ituano ainda chegou ao gol. Num cruzamento de Arnaldo, Aranha largou a bola e Lucas Crispin não conseguiu aproveitar o rebote. Em outro lance Bassani bateu forte da entrada da área. Aranha fez a defesa. Aos 40 já debaixo de muita chuva, Nino Paraíba levantou a bola e Lucca fez de cabeça o gol da vitória da Ponte. “Nós precisávamos pontuar. Principalmente porque estávamos jogando em casa. Infelizmente não deu. Vamos levantar a cabeça. A gente sabe que fez uma boa partida. Se tivéssemos jogado um pouquinho mais focado, poderíamos ter saído para o intervalo com um ou dois gols na frente. Fizemos um bom primeiro tempo. Temos que ir agora para Mirassol e jogar como se fosse a última partida do campeonato e vencer” disse Naylhor. “Temos que ter tranquilidade para analisar. Quando ganha nem tudo está certo, e quando perde, nem tudo está errado. Ter calma e corrigir as situações para vencer os próximos jogos” finalizou Tarcísio.

ITUANO – Fábio; Arnaldo, Lima, Naylhor e Peri; Walfrido, Guly e Romarinho (Igor aos 54); Claudinho (Bassani aos 70), Nena (Lucas Crispin aos 70) e Morato. DT: Tarcísio Pugliese

Gol: 0x1 Lucca aos 40 do 2o
Árbitro: Claudio rocha Filho que expulsou Morato aos 5 do 2o
Público: 1.347  –  Renda: R$ 33.930,00

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia 

6/março