Ituano perde invencibilidade em Novo Horizonte


18 de fevereiro de 2017 | Notícias

Mesmo com a derrota, o Ituano com 7 pontos não deixou a zona de classificação no grupo 1.

O Campeonato Paulista é muito equilibrado. Mesmo os quatro clubes grandes tem tido dificuldades na competição. O Ituano que tinha a liderança do grupo sentiu isso com o Novorizontino que vinha de duas derrotas na competição. Jogando com temperatura de 32 graus no Jorge Ismael di Biasi, mas sem sol forte, o jogo começou com muita velocidade. Principalmente por parte do Novorizontino que criou mais e conseguiu vencer por 1×0.  “Faltou jogar um pouco mais. No primeiro tempo a gente abriu mão de jogar e marcou muito lá trás. Demos muito espaço para o Novorizontino jogar. Só marcamos forte no nosso campo. Deveríamos ter adiantado um pouco mais a marcação e saber acelerar o jogo e o momento de cadenciar o jogo” analisou Tarcísio Pugliese. Mesmo assim o Ituano teve duas boas chances de abrir o placar antes de sofrer o gol. “Um gol modifica toda a partida. Infelizmente não conseguimos fazer. Agora é trabalhar e buscar a reabilitação na terça” afirmou Nena que entrou no lugar do Ronaldo que sentiu aos 20 do 1º tempo. “A gente jogou, pressionou e acho que faltou um pouco de sorte. Talvez se tivesse saído na frente no placar a história do jogo seria diferente. Temos que ter tranquilidade” comentou o meia Guilherme. Mesmo com a derrota, o Ituano com 7 pontos permanece na zona de classificação no grupo 1.

Logo com dois minutos de partida, o Novorizontino quase abriu o placar. Numa reposição errada de bola, Fernando Gabriel desperdiçou a chance. Ituano respondeu com uma falta cobrada pelo Morato. Quase Mateus desvia de cabeça. Aos 12 boa finalização em diagonal do lateral João Lucas para grande defesa de Fábio. Embora tivesse o domínio do jogo, o Novorizontino só ameaçou aos 38. Fernando Gabriel recebeu na área e finalizou no canto, Peri salvou o gol colocando para escanteio. O Ituano teve chances de marcar primeiro. A melhor foi com Morato aos 43. Ele recebeu lançamento de Guilherme e ficou cara a cara com o goleiro Tom que soube fechar o ângulo. Canhoto finalizou de esquerda nas pernas do goleiro. Não fez e sofreu o gol nos acréscimos. Lateral cobrado com rapidez, Cleo cruza para Alexandre que faz o pivô e envolve os dois zagueiros, deixando Fernando Gabriel livre para marcar. O Ituano voltou melhor após o intervalo. Guilherme tocou para Morato que foi travado no momento da finalização. Em outro lance, Guilherme passa pelos marcadores e prefere finalizar no canto. Tom fez a defesa. Em busca do empate, Tarcísio coloca Romarinho e Lucas Crispin na equipe. O Novorizontino continuava perigoso e colocou uma bola na trave em toque por cobertura de Nilson. O Ituano ainda tentou o empate em boa jogada de Crispim que achou Nena no meio e consciente bateu no canto. Tom não alcançou, mas a bola passou raspando a trave. “Foi um jogo bem difícil e as duas equipes buscaram o gol o tempo todo. Um gol teria deixado a equipe mais tranquila. Infelizmente ele não saiu e voltamos para casa sem os três pontos”  afirmou Nena. “Está faltando a gente definir. Nós estamos criando algumas chances, mas temos que criar mais. Com certeza com um pouco mais de calma poderíamos ter marcado nas chances que criamos. Falta um pouco mais de tranquilidade para decidir” afirmou Tarcísio. O campeonato não dá folga. Na terça tem o Santos no Novelli Júnior.

ITUANO
Fábio; Arnaldo (Lucas Crispim 71), Mateus, Naylhor e Peri; Guly, Simião e Guilherme (Romarinho aos 61); Claudinho, Ronaldo (Nena aos 20) e Morato. DT: Tarcísio Pugliese.

Árbitro: Cleber Luis Paulino
Gol: 1×0 Fernando Gabriel aos 45 do 1º.
Público: 2.555  –  Renda: R$ 78.351,00

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

18/fevereiro