Ituano perdeu em Cornélio Procópio e o grupo fica equilibrado


28 de maio de 2017 | Notícias

Zagueiro Mateus fez o gol do Ituano após cobrança de falta de Bassani.

O Ituano foi ao norte do Paraná e conheceu sua primeira derrota na Série D. Jogando num estádio que lembrou o Souza Lima, com dimensões pequenas, capacidade de dois mil lugares e com um gramado irregular, perdeu para o PSTC por 2×1. O grupo 17 ficou totalmente equilibrado. Os times que jogaram em casa na 1a rodada, perderam nesta segunda rodada jogando fora de casa. Assim Ituano, PSTC, São José e Metropolitano estão empatados com 3 pontos. Cada equipe venceu em casa. “Aqui no Sul Sudeste sempre foi assim. Os times são mais equilibrados do que o Norte e o Nordeste. A gente já sabia disso. Agora é trabalhar bem a semana e pensar o próximo jogo contra o Metropolitano para conseguir pontuar” lembrou Roque Júnior. Independente das condições do gramado, para todos do Ituano o fator decisivo foi o mal início do time na partida. “O primeiro tempo determinou a derrota. No segundo tempo a gente melhorou. Criamos as oportunidades e tivemos maior volume de jogo. Mas no primeiro tempo tivemos essas duas desatenções. Tomamos o gol. Principalmente o primeiro, logo no começo. Isso fez com que nós perdêssemos o jogo, porque depois não conseguimos fazer o segundo gol. O primeiro tempo não tão bom, mas no segundo melhoramos. Então temos que levar para frente o segundo tempo e corrigir as falhas do primeiro para que a gente consiga o resultado no próximo jogo” comentou Roque Júnor. A reação veio, principalmente na segunda etapa. Foram quatro chances claras de gol que poderiam dar a virada e a segunda vitória ao Ituano. Nem o empate veio. No próximo final de semana, o Ituano joga mais uma vez fora de casa. O jogo será domingo em Blumenau contra o Metropolitano em busca da reabilitação no Brasileiro Série D. Pelo menos, o Ituano já conhece o estádio do SESI.


Sem poder contar com o volante Rodrigo Celeste, expulso na partida contra o São José, e o zagueiro Alison que sentiu uma lesão na última sexta feira, o técnico Roque Júnior colocou uma defesa formada em casa. O zagueiro Mateus formou dupla com Léo que completou sua 80a partida no Ituano. No meio campo, Guly começou como titular e capitão da equipe. Logo no início foi surpreendido com um gol em alta velocidade do PSTC. Numa virada de bola da direita para a esquerda, o atacante conseguiu dominar e fez o cruzamento para Fernando abrir o placar. Antes que pudesse assumir o domínio da partida, sofreu o segundo gol. Numa saída errada de bola, novamente o time paranaense foi rápido e fez cruzamento para Jô marcar. O Ituano havia finalizado duas vezes. Uma com Ronaldo que o goleiro não conseguiu segurar, e outra numa boa falta de Pingo que Copete colocou para escanteio. Com bolas paradas aumentou a pressão e chegou ao gol com o zagueiro Mateus aos 31 minutos. Bassani cobrou falta e Mateus desviou de cabeça para marcar seu primeiro gol como profissional. “Fiquei muito feliz com o primeiro gol. Mas infelizmente a vitória não veio” contou Mateus que teve outras chances de marcar. “Quase tive a felicidade de fazer o segundo gol. Infelizmente a bola passou raspando e não entrou. Mas o time criou e teve bastante oportunidades. Só faltou mesmo ter mais calma para colocar a bola pra dentro. Antes do intervalo quase chegou ao empate. Ronaldo recebeu na esquerda e tocou para Pedrinho na direita. Ele tirou o marcador e chutou de fora da área colocado. A bola foi na trave.

No segundo tempo, Bruno voltou no lugar de Bassani e o Ituano dominou os 45 minutos finais. Guly levantou e Mateus de cabeça quase empatou. A bola passou muito perto. Em outro ataque, Jô deu velocidade e tocou para Bruno que achou Ronaldo na entrada da área. Ele tirou o goleiro e finalizou. O zagueiro em recuperação tirou em cima da linha. Em outro lance, Pedrinho recebeu na esquerda em diagonal e bateu de primeira para defesa do goleiro Copete. Novamente pela esquerda, Pingo fez boa jogada e tocou para Everton dentro da área que finalizou forte. Novamente Copete evitou o gol. O Ituano dominou durante todo o segundo tempo. PSTC pouco chegou ao gol de Oliveira. Embora tenha criado muita oportunidades, o empate não aconteceu. “As derrotas também servem para a gente tirar algumas lições. Nosso time não entrou tão focado. Só que fomos crescendo durante a partida. Já no primeiro tempo foi melhorando e conseguimos fazer o gol. Teve uma boa finalização do Pedro que o goleiro conseguiu tirar e depois infelizmente a bola bateu na trave. Já no segundo tempo entramos com outra postura. Muito mais agressiva e dominando a partida. Teve um lance que eu recebi a bola e driblei o goleiro e chutei para o gol. Mas não peguei tão firme. O campo meio que atrapalhou e a bola não pegou velocidade e o zagueiro fez a diagonal e cortou a bola quando estava entrando. Não tivemos o empenho que tivemos no primeiro jogo. Mas tivemos uma reação. Se a gente conseguir fazer esse segundo tempo no início de todos os jogos, acredito que a gente tenha mais facilidade para sair com a vitória” analisou Ronaldo. A reação do Ituano deverá vir fora de casa em Blumenau contra o Metropolitano no próximo domingo.

Acaz Felleger
Jornalista Mtb 19.426 SP

28/maio