Ituano quer fazer valer o fator casa


28 de outubro de 2020 | Notícias

Pacheco comemora gol contra o Criciúma

Pacheco valoriza a qualidade do elenco e lembra que no Novelli o Ituano sempre foi forte

Após quase três meses de Série C, o Ituano utilizou em campo 29 atletas. A 1ª Fase terá duração de 5 meses. Depois a segunda fase terá mais 6 jogos. Esta é a primeira diferença da Série D que o Ituano disputou nos anos anteriores. Em 2014 durou 2 meses e meio. Em 2016 e 2019 durou 3 meses. Só por este fato já existe a necessidade de um elenco maior. Outro aspecto foi a saída de três titulares do time que receberam propostas de clubes da Série A e B. E a terceira necessidade são os desfalques por lesão ou cartão. Assim a gestão do futebol junto com a comissão técnica conseguiu montar um elenco equilibrado onde se mantém o nível da disputa. “É de grande importância o clube ter um elenco qualificado para uma competição longa como é a Série C. São jogos difíceis e sempre há desfalques. Consegue manter o nível e fazer o que o treinador pede” comentou o experiente Breno Lopes que começou a carreira no Atlético Mineiro. Titular no Paulista, Breno se lesionou na 3ª rodada da Série C. Entrou Julinho que jogou 7 partidas e fez duas assistências. Na outra lateral aconteceu a mesma coisa com o Pacheco. Ele ficou fora em três jogos e o Léo Duarte foi titular. “É muito bom para o treinador. Ter um elenco com boa qualidade e opções. Os dois que entraram, foram bem. Aproveitaram a oportunidade” disse Pacheco que jogou os últimos 10 minutos em Londrina.

O próximo jogo será já nesta quinta-feira contra o líder Brusque. Desde o ano passado, o Ituano já enfrentou o atual vice-campeão catarinense três vezes. Perdeu as duas no Augusto Bauer e venceu em Itu na semifinal da Série D por 2×0. Os gols foram marcados pelo zagueiro Mateus e Claudinho com assistências de Marquinho e Pacheco. “É o líder da competição, estão quase classificados. Devem estar com a confiança lá em cima. Mas nós também estamos confiantes em fazer um bom jogo e buscar a vitória” falou Pacheco que jogou estas três partidas. No atual elenco do Ituano tem 8 atletas que jogaram no ano passado contra o Brusque. Além do Pacheco, jogaram Pegorari, Mateus, Léo Rigo, Correa, Paulinho Dias, Marquinho e Luizinho. O lateral Breno Lopes desfalcou o time no turno, mas tem visto os jogos do próximo adversário. “Será mais um jogo difícil. Foi um jogo complicado lá no primeiro turno. Mas estamos fazendo bons jogos e temos totais condições de ganhar e fazer valer o mando de casa” analisou Breno Lopes que chegou em janeiro no clube. Ele tem 15 jogos e um gol.

O jogo desta quinta contra o Brusque no Novelli Júnior será disputado num gramado revitalizado após o fim da estação de inverno. Sob os cuidados do André Iasi, responsável pelo ‘tapete’, foi feita a troca da grama de inverno pela grama padrão. Para os atletas há mais tempo no clube, isto é motivo de motivação. “Em casa somos muito fortes. Mesmo que alguns resultados não vieram, jogamos muito bem no Novelli. Os adversários sofreram aqui. Tenho certeza que na quinta vamos buscar a vitória” afirmou Pacheco que chegou ao Ituano em 2015 pela primeira vez. Se jogar quinta, fará seu jogo 70. Ele é o terceiro atleta do atual elenco com mais jogos. “Temos que fazer valer o mando de casa, mostrar a nossa força. Ainda mais com esta estrutura e a qualidade deste gramado. Temos um belo campo e isso é importante para fazermos um bom jogo” falou Breno Lopes. Na Série D do ano passado, em 7 jogos no Novelli, o Ituano conquistou 6 vitórias e um empate. Nesta Série C são 4 empates e uma vitória. Está invicto em casa, mas o objetivo é vencer para chegar no G4. O jogo será ás 2º horas com transmissão do DAZN.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

28/outubro