Ituano repete a história


22 de abril de 2021 | Notícias

Perigo na área do Ituano

Novamente sofreu gol no final. De novo teve VAR participando. E Ituano perdeu em Limeira.

O gol muda a história de uma partida. Principalmente num momento chave. Foi o que aconteceu na volta do Ituano ao estádio Major José Sobrinho, para enfrentar a Internacional depois de 10 anos. O clube de Limeira marcou um gol após um desvio aos 45 minutos da primeira etapa. Igual o que ocorreu no domingo em Itaquera contra o Corinthians. A diferença desta derrota é que o Ituano fez um bom primeiro tempo, criou três boas oportunidades e ainda fez um gol aos 17. Após finalização do lateral Jeferson, a bola sobe, Taliari tenta a bicicleta, erra e Bruno Lopes pega a sobra e faz o gol que foi invalidado. “A gente saindo na frente teria um outro jogo totalmente diferente. Nós estávamos fazendo um bom primeiro tempo. E mais uma vez veio um castigo no final com o gol sofrido. A segunda etapa foi bastante confusa, a gente tentando chegar ao gol adversário, dando algum espaço para contra-ataque. Tentamos e no final infelizmente sofremos mais uma derrota” lamentou o técnico Vinicius Bergantin. O Ituano sofreu sua quarta derrota e permanece com 7 pontos no Campeonato Paulista.

Em busca da reabilitação na competição, o técnico Vinicius Bergantin mexeu no time e buscou soluções e motivações. Retornou o goleiro Pegorari e entraram Bruno Lima no meio, Victor Rangel que foi titular pela primeira vez e promoveu a estreia do lateral esquerdo Mario Sérgio. Com mais movimentação no primeiro tempo, o Ituano buscou o primeiro gol. Jeferson cruzou e após o rebote do goleiro, Taliari chutou forte para nova defesa do goleiro da Inter. Mario Sérgio cruzou com perigo e a bola tocou no travessão. Em outro cruzamento do Mário Sérgio, Taliari testou forte e a bola passou perto. No segundo tempo com o gol sofrido, o time caiu de produção. O lance mais perigoso veio ao 36. Fernandinho cobrou escanteio e Léo Santos cabeceou firme. A bola tocou na trave e saiu. “Fizemos um bom primeiro tempo. Tivemos uma desatenção no gol que sofremos. Sabemos que temos que reagir logo, e fazer um grande jogo no domingo” falou o zagueiro Léo Santos ao final.

Todos no Ituano sabem da necessidade de reação imediata. “Com serenidade e bastante força. Somos profissionais. Estamos num clube que nos dá totais condições e com um elenco que tem qualidade. Nós nos colocamos nesta situação chata. Agora temos que reunir forças dentro do nosso elenco e se reerguer. Levantar o companheiro. Trabalhar muito. Estudar muito o próximo adversário que será muito difícil para a gente dar uma resposta positiva. Só nós podemos sair desta situação que estamos” explica o técnico Vinicius Bergantin que completou 50 jogos no Campeonato Paulista. A esperança é que a reação venha domingo no Novelli Júnior contra o São Paulo. “Calhou de ser um adversário que está jogando o melhor futebol deste Paulista, junto com o Red Bull Bragantino. Mas nós temos que ter personalidade. Para assumir a fase, para assim sairmos dela. Fazer um grande jogo domingo contra o São Paulo. Colocar resistência no jogo e buscar formas de as coisas acontecerem a nosso favor. Para sair de uma fase desta temos que investir muito em todos os sentidos. Estamos dispostos a pagar o preço para a gente se reerguer no jogo mais difícil deste campeonato” finalizou Vinicius.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Ítalo Gabriel / Internacional
Fotografia

22/abril