Ituano retorna a Blumenau depois de um ano


2 de junho de 2017 | Notícias

Na Série D do ano passado o Ituano venceu o Metropolitano no estádio do SESI por 2×0. Somente dois atletas do atual elenco jogaram esta partida.

Praticamente um ano depois o Ituano retorna a germânica Blumenau, em Santa Catarina para enfrentar o Metropolitano pela Série D. Em 18 de junho do ano passado, o Ituano que jogou no estádio do SESI e venceu por 2×0 era bem diferente do atual Ituano. Naquele 18 de junho jogaram Guly como titular e Leo que entrou durante a partida com a expulsão de Naylhor. A situação do time na competição também era diferente. Há um ano o jogo contra o Metropolitano foi na 2ª rodada após uma estreia com vitória em casa. Agora o jogo é válido pela 3ª rodada onde cada mandante venceu um jogo e há total equilíbrio no grupo. “A derrota é muito ruim. Passar uma semana de derrota é realmente muito ruim. Fica longa e espera o próximo jogo rápido para poder reabilitar e trazer tranquilidade. Mas sabemos que o campeonato é duro e difícil. O time que for campeão da Série D também vai perder. É natural. Tem que ter tranquilidade e corrigir os erros. Não deixar que isso volte a acontecer. Conseguir fazer um jogo completo num nível bacana de atuação de dois tempos. Acho que isso é o equilíbrio da equipe. Tendo isso, acho que as chances são grandes de conquistar a vitória” comentou o lateral Rafael Cruz sobre a derrota na última partida no Paraná. O técnico Roque Júnior falou com o elenco sobre o equilíbrio dos jogos. “Os jogadores sabem desse nivelamento. Sabem que é difícil. Um grupo equilibrado, até porque a primeira e a segunda rodada mostraram isso. Mas a conversa foi procurar ver onde nós erramos, principalmente no primeiro tempo. Depois a melhora que nós tivemos no segundo tempo. Então isso mostra que o time também tem qualidade e força de reação. Podíamos ter caprichado um pouco mais nas finalizações para conseguir o empate ou a vitória. Temos ainda mais quatro jogos e sabemos que temos condições de classificar”.

Se o elenco é novo, o Ituano está acostumado a enfrentar o futebol catarinense. É o Estado que o clube mais jogou em competições nacionais. São 23 confrontos, sendo 12 em cidades catarinenses. No total também há equilíbrio com 9 vitórias do Ituano, 7 empates e 7 derrotas. Embora tenha vencido o próprio Metropolitano e o Inter de Lages no ano passado, são apenas 3 vitórias em 12 jogos nas cidades catarinenses. Mas retrospecto não é levado em conta. “No futebol não tem isso. Como eles precisam da vitória, a gente também precisa. A gente vem de uma derrota. Então nada melhor do que amenizar as coisas é conseguir um bom resultado lá e os três pontos” afirmou o meia Pedrinho que jogou os 90 minutos na última partida. “Feliz por ter jogado uma partida inteira. Há bastante tempo eu não conseguia jogar um jogo inteiro por conta de lesões e algumas coisas que aconteceram no passado. Mas estou feliz por ter jogado os 90 minutos. Infelizmente a vitória não veio. Vamos trabalhar forte para conseguir o resultado lá domingo” disse Pedrinho. Sem confirmar o time que vai jogar domingo, Roque Júnior confia na reabilitação. “A cada semana a gente tem melhorado. Mesmo com a derrota do jogo passado, foi uma partida onde jogamos mais, porque aqui no primeiro jogo não conseguimos jogar devido à chuva. Tivemos, não só a posse de bola, mas conseguimos finalizar muito mais. Eles foram mais efetivos, porque de três chances que tiveram fizeram duas e nós conseguimos fazer só um. Agora vamos para o terceiro jogo de um grupo novo. E a competição é essa. Tiro curto e a gente tem que tentar no máximo, não só o resultado, mas jogar bem que nos dá confiança”. O jogo domingo entre Metropolitano e Ituano será as 17hs no estádio do SESI e terá transmissão ao vivo pelo Facebook do clube.