ITUANO SE DESPEDIU COM VITÓRIA EM CAMPINAS


10 de abril de 2016 | Notícias

Simião fez o último gol do Ituano no campeonato na vitória por 3×1 contra o Red Bull.

ITUANO SE DESPEDIU COM VITÓRIA EM CAMPINAS
Simião fez o último gol do Ituano no campeonato na vitória por 3×1 contra o Red Bull.
O Ituano assumiu o compromisso de voltar de Campinas com vitória. Mesmo que os três pontos não significassem a classificação para as quartas de final do Paulistão. Jogando com desfalques, três por cartões amarelos e dois atacantes por lesão, o Ituano foi melhor e mereceu a vitória. Com gols de Leo, Edinho e Simião, venceu o Red Bull por 3×1. Mas a vitória não foi suficiente. O Palmeiras e São Bernardo venceram seus jogos e garantiram a classificação com uma pontuação melhor. “Saio daqui com um sentimento positivo em relação a campanha. Fizemos a mesma pontuação de São Paulo, Ponte Preta e Red Bull que tem um investimento incomparável com a do Ituano. Mas com um sentimento ruim pela não classificação depois de passarmos tantas rodadas entre os primeiros de nossa chave” lamentou o técnico Tarcísio Pugliese. É unânime a opinião que a classificação escapou pelos vãos dos dedos. “Deixamos de nos classificar em outros jogos. Poderíamos ter vencido o São Bento na abertura. O Linense e principalmente o Mogi Mirim em casa. Não foi hoje que perdemos a classificação” afirmou Simião ao final da partida. Com 22 pontos, o Ituano terminou na 10ª colocação. Mesma pontuação de Ponte Preta também eliminada. E Red Bull e São Paulo que se classificaram.
O Ituano começou a partida em Campinas com uma novidade no ataque. Ronaldo retornou ao clube, assinou contrato até dezembro do próximo ano, e foi inscrito no lugar de João Denoni que se machucou na 2ª rodada. Fora isso, entrou em campo com Luiz Felipe na direita, Jonatan Lima no meio e Rubinho na meia. O time ainda perdeu o capitão Naylhor que se machucou aos 18 minutos. Mesmo assim abriu o placar com Leo. Ele já havia tentado aos 11 minutos na cobrança de escanteio de Rubinho. Aos 23, ele só desviou também de cabeça uma falta cobrada por Marcelinho para fazer o seu segundo gol neste Paulistão. A vantagem durou um minuto. Em velocidade, no contragolpe, o Red Bull envolveu a defesa e Misael, ex-Ituano fez um bonito gol acertando o ângulo. O Ituano continuou melhor e Marcelinho quase ampliou aos 33. Antes do intervalo, William Rocha do Red Bull foi expulso por acertar o rosto de Marcelinho com o pé. Com um a mais, o Ituano partiu para cima na segunda etapa. “Foi um jogo fantástico. Todos os jogadores do Red Bull e mais alguns que entraram já passaram por grandes do futebol brasileiro. Uma equipe fortíssima. Tivemos o domínio nos 90 minutos. Finalizamos 12 vezes no 2º tempo. Isso demonstra o que fizemos na partida” explicou Tarcísio Pugliese.
A primeira finalização foi numa cabeçada de Ronaldo após cruzamento de Luiz Felipe. Aos 15, boa jogada de Rubinho na entrada da área, ele cortou e bateu, Saulo defendeu e o rebote foi para Marcelinho. A bola quicou e ele chutou por cima. Aos 21, Marcelinho finalizou com perigo e Saulo colocou para escanteio. Para aumentar a pressão, Tarcísio colocou Guilherme no lugar de Jonatan Lima. Deu certo! Guilherme fez um passe preciso e Edinho foi frio ao bater no canto do Saulo para fazer 2×1 aos 28. Aos 37, Ronaldo recebeu cruzamento de Marcelinho e errou a finalização. No outro lance aos 37, Ronaldo recebeu de Pacheco, e na saída de Saulo só tocou para Simião fazer o 3×1 e comemorar a vitória. Mas não a classificação. “O ponto perdido em casa fez falta. O Paulistão deste ano esteve muito equilibrado. O nível foi muito alto A gente precisava minimizar nossos erros. Vários jogos que poderíamos ter saído com vitória ou com um resultado melhor e que acabou fazendo falta no final” afirmou Tarcísio Pugliese após a partida. A lição servirá para a Série D que começa em maio. O objetivo é o acesso para a próxima temporada.
ITUANO – Fábio; Luiz Felipe, Naylhor (Renato aos 18, e depois Pacheco aos 16 do 2º). Leo e Peri; Jonatan Lima (Guilherme aos 70), Simião e Rubinho; Edinho, Ronaldo e Marcelinho. DT: Tarcísio Pugliese.
GOLS: 1×0 Leo aos 23, 1×1 Mizael aos 24 do 1º; 2×1 Edinho aos 28 e 3×1 Simião aos 43 do 2º.
ÁRBITRO: Salim Fende Chavez
PÚBLICO: 1.475  –  Renda: 16.025,00
Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP
Miguel Schincariol
Fotografia
10/abril