Ituano se despediu em Novo Horizonte


18 de maio de 2021 | Notícias

Atacante Bruno Lopes lamenta a derrota em Novo Horizonte

Derrota para o Novorizontino ficou para trás. Agora é pensar na Série C que começa na próxima semana.

O Ituano se despediu do Troféu do Interior e também do Campeonato Paulista com uma derrota dolorosa por 4×0 em Novo Horizonte para o Novorizontino. Após a estreia com a maior goleada da competição por 5×1 contra o Santo André, a expectativa de chegar a final do Interior era boa. Mas foi frustrada com a pior derrota no Paulista deste ano. “Acho que foi a cara do que foi o Ituano no Campeonato Paulista. Tivemos um início muito bom contra o Santo André assim como no Paulista tivemos um início muito bom até a parada. Depois tivemos um momento difícil. Não é qualquer time que consegue sair de uma fase de 5 derrotas seguidas, num campeonato tão equilibrado como este. Os atletas ali se fecharam e conseguiram a reação e depois não encerramos bem. Isso traduz o que foi neste Torneio do Interior. Fizemos a primeira parte muito boa contra o Santo André. De novo fizemos um bom primeiro tempo em Novo Horizonte, pressionando e buscando o gol. Pegamos um time bem treinado, experiente e que soube jogar com 2×0. A gente fecha um ciclo. Esperávamos ter sido mais constante no campeonato. Fica um aprendizado enorme para que a gente mantenha o nível de jogo e de concentração. Este aprendizado temos que colocar em prática para não gerar dúvidas” comentou o técnico Vinicius Bergantin que encerrou sua quarta participação ininterrupta no Campeonato Paulista. Esse sim um recorde positivo do Ituano.

A partir de agora a comissão técnica e a diretoria terão uma semana para definir o elenco que disputara o Brasileiro Série C que já começa no dia 29 de maio contra o Criciúma em Santa Catarina. “É um perfil diferente de competição. Algumas mudanças no elenco vão acontecer. Nós entendemos que será uma Série C mais difícil e qualificada que no ano passado. Temos 5 clubes de São Paulo, clubes de nome que vieram da Série B. Temos pouco tempo para acertar na montagem do elenco e na escolha do perfil dos atletas. Queremos sair pontuando e vencendo, engatando uma sequência inicial melhor que tivemos no ano passado” explicou Vinicius Bergantin que destaca a força dos concorrentes deste ano. Criciúma e Figueirense sempre disputaram a Série B. E o Oeste e Botafogo acabaram de descer. Os 10 clubes do grupo são candidatos a classificação. “Não haverá folga na tabela. No ano passado já foi assim. Você não imaginava um jogo que desse para somar pontos. Tivemos que investir muito para ter aquela sequência positiva. Neste ano a dificuldade será maior com equipes mais qualidade e mais competitivas. O próprio Novorizontino e Mirassol que fizeram um bom Paulista. O Oeste fazendo uma boa Série A2. Figueirense e Paraná se recuperando nos seus campeonatos Estaduais. A gente espera um salto de qualidade nos campos, com o mesmo espírito competitivo que vivenciamos no ano passado” finalizou.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

18/maio