Ituano sofre o empate no acréscimo contra o Atibaia


13 de setembro de 2018 | Notícias

Martinelli colocou o Ituano na frente no final do jogo. Mas o empate veio aos 47 do 2o tempo.

Com apenas 10 minutos de jogo em Indaiatuba, o Ituano abriu o placar contra o Atibaia. O meia Bassani fez boa jogada pelo meio e deixou Giba livre dentro da área para abrir o marcador. Mesmo com o gramado ruim do Ítalo Limongi, local do jogo que o Atibaia manda nesta Copa Paulista por causa de obras em seu estádio, os 31 pagantes imaginaram que o Ituano construiria outra vitória na competição. O placar não foi ampliado e numa boa jogada do Mascote, apelido do atacante do Atibaia veio o empate aos 34 do segundo tempo. Faltando 4 minutos para terminar, Bruninho desceu pela direita e cruzou para Martinelli só completar de pé esquerdo para o gol. Seria o gol da 4ª vitória seguida na Copa Paulista. Não foi o que aconteceu. Aos 47, no acréscimo do tempo regulamentar, após cobrança de falta na direita, houve um bate e rebate na área, a defesa não tirou a bola da área e Juninho acertou uma pancada empatando a partida. “A gente não soube administrar o resultado. Saímos duas vezes na frente e não conseguiu manter a vantagem. Principalmente ficando mais com a bola. Era o nosso intuito manter a posse de bola, agredir mais. Não podíamos parar de jogar como fizemos. Esperamos o Atibaia jogar. Deveríamos ter mais a rédea do jogo” analisou o técnico Vinicius Bergantin. O empate deixou um sabor amargo na equipe do Ituano. “Sabíamos que o jogo seria difícil pois o time deles tem qualidade. Tivemos dificuldades para a transição na última bola. Infelizmente tomamos o empate e saímos daqui com um gosto de derrota” afirmou o atacante Giba que marcou seu segundo gol na competição. Mesmo com o empate, o ituano se mantém na liderança isolada do grupo com 17 pontos.

O Ituano não fez a mesma boa exibição do primeiro tempo no Taboão quando construiu a vitória no primeiro tempo, mesmo num gramado sintético. Se o gramado era natural, estava longe do padrão de qualidade dos estádios da Série A 1. A vantagem logo no início não deu a tranquilidade para o time buscar o segundo gol. Ao contrário, o goleiro Júnior fez quatro boas defesas no primeiro tempo. Uma das justificativas foi a atuação do árbitro Rodrigo Santos. “Tinha muitas faltas que ele não dava para nós e lances semelhantes ele dava para eles. Isso acabou irritando nosso time. Claro que isso atrapalha” contou Giba. Este tipo de comportamento dos árbitros já foi detectado em outras partidas da Copa Paulista. “Isso vem acontecendo quase todos os jogos. A gente sai na frente em quase todos os jogos. A exceção foi contra o Audax. A partir do momento que o Ituano marco o gol, os árbitros param de dar falta para nós. Param nosso contra-ataque quando partimos em velocidade. Teve um lance de amarelo para o adversário e ele deixa de dar. O adversário cobra a falta 10 metros na frente e ele não fala nada. Isso não é desculpa. É fato. Este tipo de situação acaba minando nosso time. Ficamos com menos posse de bola. Quero que a regra seja cumprida o tempo todo, independente do placar da partida” pediu Vinicius Bergantin.

Independente das características desta 1ª Fase de Copa Paulista, o Ituano faz uma boa campanha. E no próximo domingo se vencer a Portuguesa no Novelli Júnior garante antecipadamente a classificação a próxima fase faltando dois jogos. “Nós não podemos desligar enquanto o jogo não acabar. Isso as vezes acontece. Temos que estar atentos o tempo todo para vencer o adversário mesmo com o gramado ruim, e de alguma situação desconfortável durante o jogo. Temos que superar barreiras para vencermos os jogos. Hoje paramos de jogar antes do apito final” afirmou Vinicius Bergantin. Os jovens estão aprendendo a lição da competição. Assim como os mais experientes do elenco já sabem o que fazer. “Temos que manter a calma. Não se preocupar com o árbitro. Temos que fazer o nosso jogo como estamos fazendo. Isso vai nos ajudar a evoluir durante o campeonato” finalizou Giba. O grupo 4 é o único que ainda não tem clube classificado antecipadamente. O grupo 1 já definiu os 4 que avançam de fase. O grupo 2 e o 3 já tem equipes qualificadas. Enquanto isso no grupo 4 ainda tem 6 dos 7 clubes na briga por uma das 4 vagas. No próximo domingo as 10 horas, o Ituano quer garantir sua vaga.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426

Foto cedida por 
Moura Napoli

13/setembro