Ituano soma terceira vitória seguida na Copa Paulista


8 de setembro de 2018 | Notícias

Martinelli marcou seu primeiro gol como profissional. Ele fez um dos gols na vitória por 4×1 contra o Taboão.

Mesmo com um sol forte e jogando no gramado sintético, o Ituano praticamente liquidou a partida contra o CATS em 20 minutos jogando no Taboão da Serra. Com um gol contra o zagueiro, primeiro gol do jovem Martinelli e mais um gol de capitão Correa, o Ituano chegou aos 3×0 aos 19 do 1º tempo. “Totalmente dentro do planejado. Nós sabíamos que em todos os jogos do Taboão, mesmo sofrendo gol logo no início eles crescem durante a partida. Ele tem um bom poder de reação. Nós combinamos de começar forte, pressionando, na tentativa de matar o jogo logo no começo. Mesmo com eles descontando, conseguimos virar o intervalo com 4×1 no placar e aí fica muito mais difícil para o segundo tempo” comentou o técnico Vinicius Bergantin. A terceira vitória seguida coloca o Ituano na liderança do grupo com 16 pontos. Audax que também tem 16 pontos e saldo menor de gols joga neste domingo. A Portuguesa com 15 pontos também joga. O outro dado positivo é que há três anos o Ituano não conquistava três vitórias seguidas. A última vez foi na Copa Paulista de 2015 quando venceu o Mirassol e o Barbarense nos dois jogos das semifinais. Bons sinais para esta jovem equipe!

Antes do zagueiro Matheus marcar o gol contra aos 12 minutos, o Ituano já tinha chegado com perigo três vezes. Correa lançou Bassani que fez o gol, mas em posição irregular. E outras duas chances com Bassani finalizando para a defesa do goleiro do Taboão. Em outro lance, o zagueiro pressionado atrasou para o goleiro que estava saindo e fez contra. Aos 16, o zagueiro Fellipe virou o jogo para a esquerda onde estava o Giba. Ele ajeitou e cruzou no primeiro pau para Martinelli marcar o seu primeiro gol em 11 jogos como profissional. “Estava um pouco ansioso sim. Mas tudo tem sua hora. Quero agradecer a oportunidade. A Deus e minha família que sempre tenho ao meu lado” falou com humildade o jovem Martinelli que já tinha feito duas assistências nesta Copa Paulista. “Eu sempre acredito que a bola vai sobrar para mim. Tenho sempre confiança que vou fazer o gol. Deu certo” falou Martinelli. Três minutos depois, Wesley desceu pela direita e cruzou rasteiro para a área. A defesa deu rebote e sobrou livre para Correa encher o pé e marcar o seu 4º gol na atual competição. O jogo estava quase decidido para a alegria dos Ferroviários que foram até Taboão da Serra.

Antes do intervalo, o Taboão descontou com Luiz Fernando aos 42 minutos. A reação durou pouco. Aos 45 em jogada de habilidade, Wesley driblou pela direita e quando entrou na área foi calçado. Pênalti foi marcado para muitas reclamações dos jogadores do Taboão. O atacante Marcos Paulo ficou com a bola aguardando a autorização e fez seu primeiro gol com a camisa do Ituano. “Ansioso eu não estava, mas queria que o primeiro gol saísse. É sempre bom marcar gols. Você fica mais leve na partida. Eu estava tranquilo e sabia que o gol iria sair naturalmente” comentou Marcos Paulo que tem um jeito diferente de cobrar o pênalti. “Sempre costumo fazer assim. Costumo me concentrar bastante. Ainda mais porque estava uma reclamação muito grande por causa do lance do pênalti. Fiquei com a bola esperando a autorização do juiz. Dei meus passos para trás, corri e fiz o gol” explicou Marcos Paulo. No segundo tempo o jogo caiu de qualidade. Foi só controlar a vitória no gramado sintético. “Era um pequeno trauma que nós tínhamos. Mesmo no sub 20 em 2014, tivemos um problema jogando no Grêmio Osasco. Desta vez o pessoal se adaptou bem nas condições do campo sintético. Minimizamos os riscos e com bastante mérito conseguimos a vitória” explicou Vinicius Bergantin. Na próxima quarta, o Ituano tem outro jogo fora. Em Indaiatuba contra o Atibaia.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP 

Miguel Schincariol
Fotografia

Fotografia
8/setembro