Ituano sub 20 demonstrou poder de reação


10 de agosto de 2017 | Notícias

Ituano sofreu virada e foi buscar o empate em 3×3 contra o Capivariano. Sub 20 segue na briga pela classificação no Paulista.

O Ituano sub 20 começou a partida nesta quarta no Novelli Júnior demostrando que estava querendo a vitória contra o Capivariano. Vitória que daria o 3º lugar do grupo passando a frente do próprio adversário. Logo com dois minutos, em boa jogada de Bassani, ele tocou para Patrick que tirou o zagueiro e bateu para o gol para abrir o placar. Com menos de 20 minutos fez 2×0 em cobrança de falta de Ximenes. Ele cobrou com muito efeito. A bola passo por zagueiros e atacantes e ninguém conseguiu tocar na bola. Nem o goleiro que sofreu o gol. Mas este bom início do Ituano teve uma parada e permitiu a reação do Capivariano ainda no primeiro tempo. “Acredito que nossa equipe teve um relaxamento após marcarem 2×0. É difícil colocar na cabeça dos atletas que não se pode ter este relaxamento. Depois teve um pênalti muito duvidoso para o Capivariano. Isso deu uma desestabilizada na equipe. Mesmo assim tivemos a posse de bola e tranquilidade. Como havia dito o time deles joga com uma bola longa, sempre alçada no centroavante deles que é alto, nós tivemos dificuldades. Acabamos errando no final do primeiro tempo e acabamos tomando o gol de empate. Este não relaxamento no futebol temos que aprender ainda” explicou o técnico Ricardo Severo.

Com a entrada de Alexandre no lugar de Bassani, o Ituano voltou para o segundo tempo em busca da vitória. Mas pela segunda vez nesta competição o time sofreu o terceiro gol numa partida. E foi numa infelicidade do sistema defensivo. “Estávamos estáveis e tranquilos. Poderíamos reverter o resultado. Tivemos chances de marcar o terceiro gol e acabamos sofrendo o terceiro. Numa jogada errada e tomamos contra. Mas tivemos a força para virar e buscar o resultado” lembrou Severo que começou a fazer as alterações na equipe com as entradas de Xavier na lateral, e principalmente com as entradas de Cristian e Felipe Egídio. O Ituano voltou a pressionar o Capivariano e começou a criar boas oportunidades. A melhor foi numa cobrança de falta de Patrick que o goleiro do Capivariano tirou do ângulo para escanteio. Perto do final do jogo, Cristian recebeu na direita e foi passando pelos marcadores. Viu a entrada de Felipe Egídio e tocou no meio da defesa. Felipe teve a calma necessária para tocar para o gol na saída do goleiro empatando o jogo em 3×3. O time mostrou poder de reação. “Essa é uma característica do nosso time. Acredito que a gente trabalha muito o poder de reação. Nos jogos que tomamos o gol, tivemos um poder de reação. Só em dois jogos isso não aconteceu. Contra o Rio Claro que perdemos e contra a Ponte que tomamos o gol no último minuto e não deu tempo. É uma equipe que tem um foco grande pela vitória. É natural deste grupo. O que está difícil é não tomar gol. Isso que precisamos corrigir” disse Ricardo Severo. Com o empate e a vitória do São Carlos, o Ituano caiu para o 5º lugar com 20 pontos. O São Carlos foi a 21 e Capivariano tem 22. Desportivo Brasil está em 2º com 24 e a Ponte Preta lidera com 25. Estes 5 clubes devem brigar pelas 4 vagas para a próxima fase. O próximo jogo do Ituano será justamente contra o São Carlos em 18 de agosto.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

10/agosto