ITUANO TEM CONSCIÊNCIA DA IMPORTÂNCIA DO JOGO DE DOMINGO


18 de março de 2016 | Notícias

O Paulistão chega a sua 10ª rodada e dois terços da competição. A competição é uma verdadeira gangorra. Os clubes alternam radicalmente as posições a cada vitória e derrota. Há 4 jogos o Ituano está na zona de classificação para a próxima fase. Mas na 5ª esteve na zona do perigo. Hoje com 14 pontos […]

O Paulistão chega a sua 10ª rodada e dois terços da competição. A competição é uma verdadeira gangorra. Os clubes alternam radicalmente as posições a cada vitória e derrota. Há 4 jogos o Ituano está na zona de classificação para a próxima fase. Mas na 5ª esteve na zona do perigo. Hoje com 14 pontos está na 6ª posição na classificação geral. Uma derrota no domingo muda todo este cenário atual. “Acho que esta consciência de quando ganha não está tudo certo, quando perde não está tudo errado, é importante para quem trabalha no futebol. Para você sobreviver no nosso meio você tem que ter isso bem claro. Se não você enlouquece. Você vai se achar o maior do mundo na vitória e o pior quando perde. E não é assim em nenhum dos dois momentos. Entendemos que aquele que não vive o dia a dia do clube que acha tudo maravilhoso quando ganha. Claro que a vitória é um aspecto positivo e facilita o trabalho numa cheia como a que tivemos agora. Após uma boa vitória contra o XV em Piracicaba todos chegam alegres e aumenta a confiança. A semana está sendo muito boa para este jogo nosso contra o São Paulo. Isso colabora para um compromisso difícil como esse que teremos no domingo” explicou o técnico Tarcísio Pugliese, há 20 meses no comando da equipe. No último sábado o Ituano fez sua melhor partida na competição ao vencer o XV por 4×1 com dois gols do zagueiro Naylhor. “Foi uma das melhores partidas minha e com a equipe toda jogando bem. A vitória contra o XV foi mérito de todos. Todos participaram muito bem da partida” Embora com semana cheia para treinar, o técnico Tarcísio Pugliese não terá o elenco completo. O lateral esquerdo Peri que atuou nas 9 partidas até aqui é desfalque. “O Peri vem fazendo um excelente campeonato e infelizmente tomou o 3º amarelo e não vai poder jogar. Tem uma regularidade muito grande e vem nos ajudando bastante. Mas temos boas opções para substitui-lo. O garoto Renan vem treinando muito bem. Ainda temos o João Paulo, um jogador experiente e que foi muito bem na Copa Paulista. Já o Marcelinho voltou a treinar nesta quarta. Ele está bem. Não está 100%, mas está bem” avaliou Tarcísio Pugliese. Do elenco do Ituano, apenas Peri, Naylhor e o atacante Ruan jogaram as 9 rodadas. Tarcísio já utilizou 23 atletas. Na última partida colocou pela primeira vez como titular no Paulistão o jovem Guilherme. “Meus companheiros sempre me passam muita confiança. Falam para jogar solto e sem medo de errar. Fui criado no Ituano desde o sub 17 e fico muito feliz por mais esta oportunidade. Trabalho muito para sempre poder ajudar o Ituano. Participo do jogo em campo ou fora dele. Aplaudindo, incentivando e apoiando meus companheiros. Quando o Ituano vence, todos vencem” explicou o meia Guilherme de 21 anos que começou no Ituano em 2012 vindo de Porto Seguro. “É uma sensação muito boa. Vim do interior da Bahia buscando um espaço aqui porque lá o futebol não é tão organizado como aqui em São Paulo. Não imaginei que teria tanta identificação com o Ituano e com a cidade. Gosto de Itu e das pessoas daqui. Para mim é muito gratificante jogar neste clube” afirmou Guilherme que tem 31 jogos no profissional e marcou dois gols. Em Piracicaba fez duas assistências na vitória da equipe. O capitão Naylhor está no clube desde o Paulistão do ano passado. Com sua experiência de 28 anos passa para os mais jovens como deve jogar uma partida desta importância. “Nós priorizamos a humildade. Temos que respeitar o São Paulo porque eles são favoritos. É um clube grande, de camisa, com torcida e com excelentes jogadores também. Não é porque jogamos em casa que somos os favoritos. E também não é porque eles não venceram o último jogo que isso vai mudar. Eles vão vir focados e nós também. Não vamos baixar a cabeça. Vamos procurar fazer o nosso jogo e buscar a vitória” comentou Naylhor. A campanha irregular do São Paulo não deverá mudar o comportamento do Ituano. “A campanha do São Paulo não interfere para este jogo. A diferença do Ituano para o São Paulo é muito grande. Temos que ser realistas. Em qualquer aspecto que você comparar, estrutura, orçamento financeiro, camisa, história e torcida, o São Paulo tem mais condições que o Ituano. Mas também isso não traduz no resultado de uma partida. Nós sabemos que podemos ganhar do São Paulo. Mas também sabemos que o jogo será difícil” afirma Tarcísio Pugliese. Este será 21ª partida desde o amistoso de 1988. O São Paulo tem 13 vitórias e o Ituano apenas três. A última foi exatamente no último confronto em 2014 na vitória por 1×0, gol de Esquerdinha no Morumbi.

Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol

Fotografia

18/março