Ituano tem força máxima para a 2a Fase


12 de junho de 2019 | Notícias

Todos os jogadores do elenco estão a disposição para o primeiro jogo com a Caldense.

Agora começa uma outra competição dentro da Série D. Serão três fases de play off até o sonhado acesso para a Série C. Serão 6 jogos decisivos. A derrota em Patos de Minas e a perda da invencibilidade ficaram para trás. “Acho que para tudo existe um propósito. Nós temos que ser inteligentes para crescer sempre. Porque futebol exige isso. Estava no pacote. Nós tivemos o privilégio de conseguir a classificação com uma rodada antes. Poucas equipes conseguiram isso. Claro que vem o aprendizado. Não é uma derrota que estava nos nossos planos. Faz parte para a gente crescer e aprender. Acabamos deixando escapar esse primeiro lugar na última rodada. Mas é um novo campeonato agora. Está zerado para todo mundo. A equipe que almeja acesso e o objetivo de chegar lá em cima, tem que passar por todas as situações. O foco, o nível de trabalho, o nível preparação e concentração que a gente vinha tendo, ele vai ser mantido ou até aumentar. Até porque diminui a margem de erro. Então temos que ser inteligentes. Não podemos fazer um primeiro tempo como a gente fez lá em Minas. Muita abaixo do que a gente pode render. Então é tudo questão de aprendizado e crescimento. É fazer duas semanas boas agora e dar sequência naturalmente e se preparar para dois grandes jogos contra a Caldense” comentou o capitão Correa. Para o técnico Vinicius Bergantin já conversou com o elenco sobre a má exibição contra o URT. “Os jogadores sentiram a derrota. Sentiram a performance abaixo do que a gente vinha apresentando. Isso eu vejo com bons olhos. Porque é dessa maneira que se digere uma performance ruim e uma derrota. Se achar que está tudo bem depois de uma derrota, as coisas tende a não melhorar já para a próxima partida. Então a gente teve uma conversa bem franca, mostrando que esse tipo de performance e esse tipo de comportamento pode nos tirar da competição. Então é retomar de novo a maneira como a gente vinha jogando. O nível de concentração tem que ser alto para podermos ter chance de passar para as 8as de final”.

O primeiro confronto contra a Caldense será no domingo, as 16 horas, no Novelli Júnior. Como terminou em segundo no grupo, a definição da vaga será em Poços de Caldas no outro domingo, dia 23. Para o capitão Correa há equilíbrio. “Não existe a vantagem. É só a de decidir dentro de casa. Não é uma vantagem tão expressiva. 180 minutos, dois grandes jogos e com duas equipes com o mesmo objetivo. A margem de erro diminui bastante. Então temos que minimizar isso. Mas acho que a gente vem numa toada boa. Vem trabalhando bem e focado. O time já mostrou do que pode render e fazer. Respeitar a Caldense, que teve a melhor campanha. Mas continuar trabalhando e olhando para frente. E se preparando para fazer dois grandes jogos” afirmou. O meio campo Serrato que volta nesta partida também reconhece os méritos do adversário. “Não vai ser fácil. A Cadense foi melhor colocada no geral. Mas agora não é hora de escolher adversário. O que vier, temos que tentar ganhar. Com certeza vão ser dois jogos difíceis. Mas o nosso time está preparado para fazer dois bons jogos e passar nesse mata mata”. O técnico Vinicius Bergantin lembra que agora é outra competição. “A nossa primeira fase foi bastante sólida. Agora é um campeonato diferente dentro da Série D. A situação dos mata mata é onde a gente tem que estar atento a todos os detalhes. Atento na preparação para não deixar passar nada de informação do adversário. Para não deixar de trabalhar nada daquilo que possa melhorar o nosso jogo. Então é uma força tarefa de toda a comissão, jogadores e de todo o clube para que a gente esteja o máximo envolvido para esses dois jogos contra a Caldense” disse Vinicius Bergantin que terá força máxima para este primeiro jogo com a Caldense.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

12/junho