Ituano usou a cabeça contra o Brusque


28 de julho de 2019 | Notícias

Zagueiro Mateus fez o 2×0 de cabeça. Antes, Claudinho tinha colocado o Ituano em vantagem.

O Ituano disputou a Série D 2019 e conseguiu o acesso usando a cabeça. Com um planejamento seguro de buscar vitórias em casa e garantindo o empate fora. O pensamento era garantir a classificação sem susto. Conquistou a vaga na penúltima rodada. Na fase de mata mata, sabia que precisava fazer o resultado em casa para buscar a vaga fora. Cumpriu a missão na 2ª Fase. Quando a situação inverteu, sabia que não poderia perder fora, para decidir em casa. Novamente cumpriu o que foi estabelecido. Nas 4as de final, teria que decidir no Nordeste. Precisava vencer com dois gols de vantagem no mínimo para jogar com o regulamento no Sergipe. Novamente deu certo, confirmando o acesso. Nas semifinais contra o forte Brusque, soube usar a cabeça. “É verdade. Em dois lances de linha de fundo chegamos ao gol. Primeiro com Marquinho, abrimos o placar com Claudinho. Depois uma bola que teve origem no escanteio, com Mateus fizemos o segundo gol. Importante que a gente conseguiu aumentar o ritmo no segundo tempo e marcar o segundo gol neste primeiro jogo” explicou o técnico Vinicius Bergantin. “Sabíamos que tínhamos que fazer o resultado em casa, por causa da força do Brusque jogando em Santa Catarina. Agora vamos manter o foco para o segundo jogo. Trabalhar bem nesta semana. Assimilar o que o Vinicius vai passar para nós. E assim tentarmos chegar a mais uma final com o Ituano” comentou Claudinho que já conquistou dois títulos pelo clube.

Ituano e Brusque fazem uma boa campanha nesta Série D com bom poder ofensivo. Por isso, os dois times começaram finalizando. O Brusque chegou com perigo através de um cabeceio de Thiago Alagoano. O Ituano numa boa jogada pela esquerda com a finalização em diagonal de Angelotti. A bola passou pela extensão do gol e pelo goleiro Dida e saiu pela linha de fundo. Os dois times buscavam cruzamentos para a área. O gol do Ituano saiu assim aos 21 minutos. Marquinho recebeu na direita. Com tranquilidade encontrou espaço para fazer um cruzamento preciso na cabeçada forte de Claudinho. Ele marcou seu 3º gol nesta Série D e chegou a 15 com a camisa do Ituano. O jogo era bom e o Brusque seguiu pressionando. Pegorari fez a melhor defesa do jogo aos 32 minutos. Airton deu um chute forte, cruzado quase a queima roupa. De mão trocada, Pegorari colocou para escanteio. Em outro lance, o artilheiro Pirambu acertou uma bomba e a bola explodiu no travessão. NO rebote, Pegorari segurou firme. Antes do intervalo, foi a vez de Claudinho dar a resposta. Serrato fez o passe para Claudinho já dentro da área finalizar rasteira, no canto. O goleiro Dida no reflexo colocou para escanteio.

O Ituano voltou melhor para o segundo tempo. Em boa jogada desenvolvida pela esquerda, a bola foi tocada para Correa que na entrada da área, bateu forte por cima. A bola saiu pela linha de fundo. Para aumentar a velocidade do ataque, Vinicius colocou Luizinho no lugar de Marquinho aos 14 minutos. A estratégia deu certo e o Ituano chegou ao segundo gol. No segundo escanteio seguido a bola sobrou para Serrato que tocou para Pacheco de primeira fazer o cruzamento. O zagueiro Mateus subiu alto para de cabeça colocar no ângulo oposto do goleiro. “Tive a percepção do lance. O Vinicius sempre faz o alerta. Quando se cobra o escanteio e a bola fica por ali perto da área, ele pede para devolver. Foi aí que tive esta intuição. Quando o Serrato toca para trás e o Pacheco cruzou de primeira, eu antevi a jogada, me antecipei e pude fazer o gol” explicou Mateus que marcou seu 3º gol pelo Ituano. “Vamos melhorar esta marca. Quero estar ajudando meu time. Claro que primeiro defensivamente. Não tomar gol. Depois se der, marcar um gol que é bom”. E terminou assim. Pela 6ª vez em 13 jogos, o Ituano não sofreu gol. “É uma vantagem satisfatória e importante, mas ainda não decidiu nada. Temos ainda mais de 90 a 100 minutos em Brusque e temos que tratar o adversário com o maior profissionalismo possível. Encarar este segundo jogo de uma forma aguerrida e inteligente para aí sim construir este caminho até a final” finalizou o estrategista Vinicius Bergantin.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.42 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

28/julho