Ituano vence Atlético/PR nos pênaltis e avança na Copa São Paulo


10 de janeiro de 2017 | Notícias

O atacante Fagner Ramos marcou de cabeça o gol de empate do Ituano. A classificação veio na decisão por pênaltis.

Na base da luta e suor e regado a muita emoção. Assim foi a classificação do Ituano à próxima fase da Copa São Paulo que só veio na decisão por pênaltis. Mesmo saindo em desvantagem no placar, a equipe não se abateu em campo e colocou em prática as orientações da comissão técnica. “A união que eles estão tendo dentro e fora de campo. A concentração para similar também e executar o que está sendo pedido para eles. Acho que todos os méritos são desses garotos. A gente faz muito pouco. Nós fazemos apenas a leitura de jogo. Estudamos o adversário e passamos para eles. E eles estão executando da melhor forma. Todos os méritos são desses garotos” disse o técnico Fabrício Nunes sobre a postura do time. O Atlético Paranaense abriu o placar logo aos 7 minutos de jogo com Julian, que de fora da área acertou o canto esquerdo do goleiro Gabriel. O empate começou a amadurecer aos 17 minutos após Bassani arrancar pelo meio e bater para a defesa do goleiro Caio, que espalmou para escanteio. Na cobrança, Bassani levantou e Fagner Ramos se antecipou a zaga e desviou de cabeça para empatar o jogo. “A partida foi bastante difícil. O time do Atlético Paranaense é uma equipe bastante qualificada. E saiu o gol na hora certa. Levamos o gol numa infelicidade. Mas tivemos personalidade e conseguimos o empate. E graças a Deus, agora é só comemorar essa vitória e focar para a próxima fase” comemorou o atacante que marcou o seu primeiro gol na competição.

Após ser pressionado todo o 1º tempo, o Atlético Paranaense voltou com outra postura para a etapa final. O time paranaense passou a marcar a saída de bola do Ituano e levava perigo nas bolas alçadas na área. Fabrício Nunes mexeu na equipe, que equilibrou a partida. O jogo ficou brigado no meio e a melhor oportunidade aconteceu aos 30 minutos do 2º tempo. Bassani cobrou falta. A bola desviou na barreira e passou assustando o goleiro Caio. O Atlético respondeu com Demethryus. Em contra-ataque rápido o atacante ganhou na velocidade e bateu para defesa do goleiro Gabriel. Com o 1×1 a decisão foi para os pênaltis. O Ituano abriu a série com Eduardo Nardini, que fez 1×0. Em seguida, Gabriel defendeu a cobrança de Murilo do Atlético. Na sequência, Bassani, Igor e Fellipe fizeram para o Ituano. Jhonatan, Daniel e Marcelo descontaram para o Atlético. Pedro Henrique mandou na trave e deu a chance de empate para o time paranaense. Na cobrança, Demethryus deu uma cavadinha e mandou no travessão, selando a classificação do Ituano. Na próxima fase o time de Itu enfrenta o Primavera, que venceu o Santa Cruz por 3×2. “É um time que tem um treinador jovem, atualizado. Fizemos o último jogo-treino do ano passado contra eles. É um time que tem bom conjunto. Tanto ofensivamente como defensivamente. Agora é ter tranqüilidade e descansar. O treino será o descanso, pois não tem tempo para treinar. E entrar bem focado e concentrado para executar o que for pedido para o próximo confronto” completou Fabrício Nunes, já projetando o próximo jogo. A data e o local da partida ainda serão confirmados pela Federação Paulista de Futebol.

ITUANO
Gabriel; Edson, Fellipe, Gustavo e Gustavo Xavier; Ximenes, Baralhas (Eduardo Nardini aos 89); Valmir (Pedro Henrique aos 60) e Fagner Ramos (Igor aos 60). DT: Fabrício Nunes.

 

Wallace Quaresma
Jornalista Mtb 57.931 S.P.
Ituano FC
Foto
Miguel Schincariol
10/janeiro