Ituano venceu. Trajetória foi corrigida.


17 de fevereiro de 2020 | Notícias

Gabriel Taliari fez o gol da vitória contra a Ponte Preta

O Ituano não vencia a Ponte Preta desde o ano do título de 2014. O Ituano ainda não havia vencido neste Campeonato Paulista. O Ituano estava incomodado com a situação na tabela de classificação. O gol marcado por Gabriel Taliari após passe de Minho aos 28 minutos do primeiro tempo modificou esta realidade acima citada. “Esperamos que mude a trajetória do Ituano na competição. Mas não podemos esquecer a sequência difícil que vamos ter pela frente. Primeiro Santos, depois Bragantino, Guarani e Corinthians em Itaquera. Só que nós estamos crescendo no campeonato. Temos que manter os pés no chão, o desempenho dos atletas, a melhora do time, e o apoio da torcida que foi espetacular. Lembrando sempre que o Paulista é um campeonato muito equilibrado” disse Vinicius Bergantin após a vitória por 1×0 contra a Ponte Preta. “O Ituano propôs o jogo desde o início. Tivemos inúmeras chances de fazer gols e ampliar nossa vitória. Mas o único gol que conseguimos foi o suficiente para conseguirmos os três pontos e erguer nossa moral e nos dá confiança para a sequência da competição” afirmou o goleiro Pegorari que garantiu a vitória nos acréscimos com uma defesa fantástica. Com este resultado positivo, o Ituano subiu para 6 pontos e embola o grupo C. Inter de Limeira, Mirassol e São Paulo têm 9 pontos. A competição chegou na metade. E na parte debaixo, o Ituano subiu para 12ª posição deixando 4 clubes para trás. Sábado ás 16hs30, o Ituano recebe o Santos no Novelli Júnior.  

Numa noite agradável de segunda feira, o Ituano começou a partida partindo para cima da Ponte Preta. Com as principais jogadas sendo desenvolvidas pelo lado esquerdo. Minho em velocidade, cortou o marcador para dentro e de pé direito bateu rasteiro para o gol. Serrato recebe de Minho, vai ao fundo e cruza rasteiro, Taliari chegou um segundo atrasado. O lateral Breno Lopes que voltou a ser titular, recebeu sozinho na entrada da área e bateu para o gol. A pressão foi contínua até sair o gol. Breno Lopes avançou pela esquerda e tocou para Minho já dentro da área. Ele foi rápido e tocou no meio para Gabriel Taliari que tirou o marcador da frente e bateu no cantinho do goleiro Ivan. A Ponte só ameaçou a partir do gol. Num lance de esperteza do Apodi que roubou a bola e cruzou para o cabeceio de Roger. Para fora. Essa foi a preocupação de Gabriel Taliari ao deixar o campo no intervalo de jogo. “Estou feliz pelo gol. Fizemos um bom primeiro tempo, mas precisamos acertar algo no vestiário. Baixamos um pouco a marcação neste final de etapa e isso é perigoso”. Realmente a Ponte Preta iniciou a etapa final ameaçando. Logo no início, Bruno Reis num cabeceio ameaçou o empate. Aos 6 minutos, Serrato avançou e finalizou forte no canto para a boa defesa de Ivan. O Ituano já equilibrava o jogo novamente e passou buscar o segundo gol.

Foram quatro boas chances de ampliar o placar. No cruzamento de Yago para a área, outra num contragolpe de pé em pé e com a bola rolada na esquerda para finalização de Minho. No bom passe de Correa para o Minho e aos 42 num lance de velocidade com Luizinho rolando para Serrato finalizar. “Era isso que nós buscávamos. Vimos mais uma vez a evolução da equipe, mais um jogo sem sofrer gol, sistema defensivo foi sólido de novo. Claro que a Ponte Preta teve bons momentos da partida e foi ofensiva depois de fazermos o gol. Também tivemos posse de bola, jogamos no campo do adversário e concluímos estas bolas. Ficamos muito contente primeiro pela vitória que era necessária, mas também pela resposta da equipe e o crescimento de alguns jogadores” comentou Vinicius Bergantin. As chances da Ponte Preta só não resultaram em gol por causa da presença do goleiro Pegorari. Foram 4 defesas. Duas difíceis. A mais impressionante nos acréscimos com o Roger cara a cara. Pegorari tirou a bola com o joelho. Segundo jogo que o Ituano não sofre gol. “Isso é muito bom. Graças a Deus nos últimos anos estou sempre conseguindo. Isso é fruto de muito empenho, dedicação e entrega. Não é só para a nossa defesa, temos que agradecer o grupo todo. Porque a dedicação já começa lá na frente, na marcação. Temos que enaltecer todos. O que a gente faz lá atrás não passa de nossa obrigação. E lá na frente marcando gol vamos conquistar outras vitórias e melhorar nossa situação no campeonato” finalizou Pegorari que disputa seu segundo Paulista pelo Ituano.

Acaz Felegger
Jornalista Mtb 19.426

Miguel Schincariol
Fotografia

18/fevereiro