ITUANO VENCEU A PRIMEIRA NO PAULISTA


13 de fevereiro de 2016 | Notícias

O Ituano sabia que precisava vencer o Oeste no Novelli Júnior para encostar nos líderes do grupo B. Todos também sabiam que o adversário joga duro e que o jogo teria muita disputa.

O Ituano sabia que precisava vencer o Oeste no Novelli Júnior para encostar nos líderes do grupo B. Todos também sabiam que o adversário joga duro e que o jogo teria muita disputa. Seriam mais de 90 minutos de tensão. Mesmo que a equipe não conseguisse jogar bem como nos últimos jogos, a vitória era fundamental. “O Oeste tem este perfil. Jogam forte e marcam forte. Sabia disso. Mas o atual campeonato Paulista está tendo este perfil. Você observa pelo número de empates que temos visto. Mas conseguimos sair com a vitória que era o nosso objetivo. Estamos no campeonato e vai ser competitivo até a última rodada. Tudo será decidido somente no final” comentou Tarcísio Pugliese. A vitória veio e colocou o Ituano junto com Palmeiras e São Bento que perderam na rodada. ‘Está todo mundo com 5 pontos. Nossos objetivos são claros. Queremos ficar longe do G6 do mal e assim buscar a classificação. Para isso é fundamental vencer em casa como fizemos hoje” afirmou Fábio. Marcelinho, autor do gol, quer mais para o Ituano. “É o que vínhamos conversando nesta semana. Eram quatro jogos, e agora são três para fazer pontos. E em casa tínhamos que vencer. Ganhamos e agora temos o Botafogo fora. Vamos tentar buscar um resultado positivo para que quando voltarmos a jogar no Novelli fazermos a lição de casa. Só assim vamos dizer o que queremos no campeonato. Tenho certeza que vamos buscar algo muito maior” afirmou Marcelinho. Os primeiros 45 minutos pode-se dizer que não teve futebol. A primeira finalização da partida só veio aos 21 minutos com Simião chutando por cima. Depois foi a vez do Oeste que acertou o pé. Betinho aos 25 e Marcelinho Paraíba aos 32 e 35 obrigaram o goleiro Fábio a fazer grandes defesas evitando o pior. “Não fomos bem no primeiro tempo e felizmente pude fazer três defesas. Pude dar minha parcela de contribuição. Acho que naquele momento foi fundamental para conseguirmos esta vitória. Mas hoje o Ituano conta com quatro grandes goleiros. O Diego foi muito bem nos últimos jogos. Tem ainda o Wagner e o Lucas” explica Fabio. “Fizemos um primeiro tempo muito abaixo do que podemos fazer. Queríamos ditar o ritmo da partida já que o Oeste teve um jogo complicado na quarta e era importante acelerar o jogo e não conseguimos fazer isso. Erramos muito passes e quase nos complicamos” comentou Tarcísio que teve que chamar atenção no vestiário. “No segundo tempo o Tarcísio conversou com a gente e voltamos melhor” falou Fabio. O jogo começou no segundo tempo o Ituano. Deu para perceber logo nos primeiros minutos. Aos 8 Ruan recebeu na direita, e cruzou para a entrada de Marcão. O zagueiro Brinner utilizou o fundamento do rúgbi e derrubou Marcão. No futebol dentro da área é pênalti. O árbitro Adriano de Assis Miranda foi convicto e confirmou o pênalti. Marcelinho cobrou com perfeição no canto e fez o seu primeiro gol no retorno ao Ituano. Em outro lance, Marcão pela esquerda roubou a bola, girou e bateu forte no canto para a defesa do goleiro Jefferson. Com o placar adverso o jogo começou a ficar mais duro. O próprio Marcelinho recebeu um carrinho pela frente, numa jogada muita ríspida. “Já esperávamos este tipo de jogo. Tanto o treinador deles como o presidente tem este perfil. Soubemos lidar com isso. Jogamos, ganhamos e agora é pensar no Botafogo em Ribeirão” contou Marcelinho que jogou no ano passado pelo Oeste. Tarcísio promoveu a estreia de Guly e ainda colocou Claudinho e Igor que em dois lances ameaçaram o gol do Oeste. Primeira vitória do Ituano para a alegria dos 797 torcedores que compareceram ao Novelli Júnior sob uma temperatura de 32 graus. Mas valeu a pena. O Ituano está entre os líderes do grupo no Paulistão. ITUANO – Fábio; Pacheco, Naylhor, Luiz Felipe; Jonatan Lima (Guly aos 56), Simião e Marcelinho (Igor aos 72); Edinho, Marcão e Ruan. DT: Tarcísio Pugliese. GOL: 1×0 Marcelinho (pênalti) aos 10 do 2º ÁRBITRO: Adriano de Assis Miranda PÚBLICO: 797 – Renda: R$ 20.360,oo

Acaz Fellegger Jornalista

Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol

Fotografia 13/fevereiro