Ituano venceu de novo o São Bento. Desta vez de virada.


17 de março de 2018 | Notícias

Baralhas e Claudinho marcaram os gols do Ituano de fora da área. Assim, nocautearam o rival São Bento.

Ituano e São Bento estariam classificados para as 4as de Final se valesse a classificação geral após as 12 rodadas da 1ª Fase. Como só vale dentro do grupo, os dois clubes rivais se enfrentaram na abertura do Troféu do Interior. Mesmo sendo um derby, o jogo no Walter Ribeiro em Sorocaba foi aberto e bastante interessante. No final, o Ituano venceu o São Bento de virada e larga na frente nesta curta competição.  “É um outro campeonato. Pouco menos tenso, principalmente nesta primeira rodada. Com os dois times tendo que lidar com a decepção da não classificação. A gente começou um pouco apático na partida, sofremos o gol, mas soubemos nos encontrar no próprio jogo. Demonstramos maturidade e recuperar boa parte do futebol que mostramos na 1ª Fase. A vitória veio como prêmio pela retomada que tivemos no jogo” comentou Vinicius Bergantin. A vitória de virada veio do pé de Claudinho que sabe a importância neste momento de conquistar este título. “Mostramos que temos um grupo muito forte. Tomamos um gol logo no início e não nos abatemos. Conversamos antes de começar o jogo, vamos esquecer a 1ª Fase e focar no Troféu do Interior. É importante para o clube e também para nós. Assim ficamos marcados na história” afirmou Claudinho. Agora o Ituano terá dois jogos no Novelli Júnior para confirmar a vaga na final. Quarta recebe a Ferroviária as 18 horas e no sábado recebe o Mirassol.

O jogo começou com o clube de Sorocaba em maior velocidade. Numa descida de Leo Itaperuna pela direita, ele entrou na área e quando todos pensaram que ele fosse cruzar, bateu direto para o gol abrindo o placar com 3 minutos de jogo. “Não posso tomar um gol deste. A responsabilidade é minha” admitiu Vagner que na própria partida salvou o Ituano com 4 grandes defesas. O Ituano sofreu um pouco neste início de partida. A primeira finalização só veio com Claudinho que pegou de primeira um rebote. A bola raspou o poste. No minuto seguinte, Tony tabelou com Correa que tocou para Baralhas. Como ninguém se aproximou, ele foi avançando. Quando percebeu que tinha chance de chutar, soltou uma bomba que entrou no ângulo. “Foi uma bela jogada de tabela ali no meio. Recebi e carreguei a bola. Fui muito feliz na finalização. Naquele momento lembrei do gol contra o Santos no Pacaembu. Este foi mais bonito” comparou Baralhas que marcou dois gols neste campeonato. O segundo tempo foi mais equilibrado. Com o São Bento pressionando e parando nas defesas de Vagner. E com o Ituano desperdiçando alguns bons ataques. Até que Claudinho fez uma jogada individual, passou por Lucas Crispin e de fora da área acertou o canto do goleiro Rodrigo Viana. “Quero agradecer ao Papai do Céu pelo gol. Fui feliz na finalização. Pedi tanto para ele neste jogo especial. Não é todo dia que você completa 100 jogos num clube. Estou feliz em poder dar a vitória ao Ituano hoje” contou Claudinho com sorriso no rosto.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

17/março