Ituano vira contra o líder Ypiranga


18 de julho de 2021 | Notícias

Igor Henrique empatou o jogo com um golaço que estufou a rede. Ituano conquistou a 5a vitória seguida com gol de João Victor.

O Ituano recebeu o líder Ypiranga no Novelli Júnior com desfalques. Sem os titulares lateral Léo Duarte e o meio campo Kaio, ambos testaram positivo para o Covid e foram isolados. E sem poder contar com o atacante Kadu Barone, expulso na última partida. Enfrentou um líder que conquistou duas vitórias em gramados paulistas e que no ano passado pela mesma Série C venceu os dois jogos contra o Ituano. Só que o momento do time comandado pelo técnico Mazola Júnior é de equilíbrio e maturidade. Mesmo sofrendo um gol no início da partida, manteve o controle do jogo. Empatou rapidamente e depois soube virar o jogo para garantir a 5a vitória consecutiva e encostar no próprio Ypiranga na liderança do grupo. Foi um jogo da maturidade deste Ituano. “Concordo plenamente. Jogamos contra o líder da competição na 8ª rodada, praticamente metade da competição já foi. Mesmo saindo atrás com um gol muito discutido. O próprio jogador do Ypiranga falou para nós que realmente a bola bateu na mão dele. Mesmo assim, o Ituano teve maturidade para suportar a pressão do resultado negativo em casa. Normalmente um gol nestas condições costuma desestabilizar a equipe. E vimos uma equipe muito madura e consciente daquilo que queria e sabia que podia para conseguir a vitória. Não ganhamos de uma equipe qualquer. O Ypiranga não é líder à toa. Tem um belo time muito bem trabalhado pelo Júnior Rocha. Muito bem organizado. Acho que, sinceramente, que a nossa vitória foi merecida” comentou Mazola Júnior. Com a vitória o Ituano empata com o Ypiranga na liderança do grupo com 16 pontos. Só está atrás por causa do saldo de gols.

Se tivesse público, certamente iria gostar do jogo. Começou eletrizante, apesar do gol do Ypiranga logo aos 4 minutos. A bola teria batido no braço do atacante do Ypiranga e na sobra Quirino fez o gol. O árbitro goiano Osimar Moreira da Silva deixou o samba seguir. O Ituano devolveu logo em seguida. O lateral Rhuan conseguiu alcançar uma bola na linha de fundo e cruzou para Igor Henrique pegar de primeira para estufar a rede e empatar o jogo. Em outro lance, Lucas Nathan recebeu dentro da área. Girou e bateu. O goleiro Deivity fez a defesa. Perto do final do 1º tempo, Pacheco desvia a bola para Tiago Marques que demora para finalizar e perde boa chance. Oportunidade que João Victor não perdeu no início da segunda etapa. Lucas Nathan na esquerda fez o passe para o meio. Eduardo Ramos foi para a bola e deixou passar. João Victor estava atento e marcou o gol da vitória. “Eu já imaginava o lance quando veio o passe e vi o Eduardo passando pela bola. Vou dominar com a direita e finalizar com a esquerda. Já estava na minha cabeça. Fui feliz demais na finalização” explicou João Victor que marcou o segundo gol do Ituano nesta Série C. O Ituano quase ampliou aos 19. Eduardo Ramos cobrou falta para o cabeceio de Mateus. A bola ia para o ângulo e o goleiro Deivity colocou para escanteio. “Foi um jogo difícil. Sabíamos das dificuldades de enfrentar o Ypiranga. Fomos felizes com a vitória e estamos juntos na liderança do grupo da Série C” afirmou João Victor.

Em 8 rodadas da Série C, foram utilizados em campo 27 atletas. Em nenhum dos 8 jogos foi possível repetir a escalação. Apenas o meio campo Igor Henrique jogou os 8 jogos. Ao final do Paulista em maio, doze atletas deixaram o clube e após o início da Série C, outros três também saíram. Além da necessidade de repor o elenco, o técnico Mazola Jùnior teve que enfrentar lesões, jogadores afastados por Covid e inclusive cartões vermelhos. Mesmo assim, a resposta foi positiva. “Equilíbrio do grupo. Por isso estávamos ansiosos para que o Ituano pudesse cumprir a grade de inscrições. Estávamos defasados no elenco. Não só na quantidade, mas também na qualidade. A diretoria nos atendeu e trouxe jogadores de um bom nível sem onerar o orçamento do clube. Acho que o grupo tem provado que tem ficado muito homogêneo. Porque sai um e entra outro e o bom nível permanece. Esta foi a minha 5ª semana de trabalho. Foi a nossa melhor semana aqui no Ituano. Fizemos treinos espetaculares e tudo isso nos dá muita confiança. A equipe tem dado uma resposta positiva para essas dificuldades que temos enfrentado a cada jogo com lesões, Covid e cartões. Tenho confiança que vamos nos manter no G4” explicou Mazola Júnior que até ele ficou fora dois jogos por causa do Covid. Faltando apenas uma rodada para terminar o turno, a esperança é que no returno o equilíbrio e maturidade do elenco possam prevalecer.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografo

18/julho