Ituano volta com empate de Itaquera


15 de março de 2020 | Notícias

Lateral Breno Lopes fez um golaço ao encobrir o goleiro Cássio. Empate encerrou sequência de duas derrotas.

O Ituano foi a Itaquera com algumas preocupações. A principal era a necessidade de encerrar a sequência de duas derrotas seguidas no Campeonato Paulista. A outra era lamentar os três desfalques para enfrentar o Corinthians em sua Arena. Correa e Ricardo Silva se machucaram na partida contra o Guarani e não se recuperaram a tempo. O terceiro desfalque é do goleiro Pegorari que na quinta feira se apresentou com gripe. Foi hospitalizado e diagnosticado com Influenza B. E descartado o coronavírus. Tanto que deve receber alta já nesta segunda. O técnico Vinicius Bergantin contou com boas atuações dos substitutos e principalmente do goleiro Edson que fez sua estreia. Ele impediu a derrota e o Vinicius Bergantin valorizou o elenco do Ituano. “Quero valorizar muito este elenco. Confesso que não fiquei preocupado com os desfalques. Claro que quero ter todos os jogadores à disposição. Mas tenho muita convicção no nosso trabalho e no dia a dia. Estou muito contente com a atuação do Edson, no jogo do Leo Rigo, na consistência do Breno Lopes. Paulinho Dias mais uma vez foi um líder. Dentro e fora de campo. E lógico a entrada de um garoto como o Leo Duarte. Ele marcou um experiente como o Fagner e foi importante na parte defensiva e ainda escapou para levar perigo no ataque. Agradeço demais aos atletas pela entrega e compreensão” afirmou Vinicius. Com um golaço de Breno Lopes, o Ituano empatou em 1×1 com o Corinthians. Melhorou um pouco sua situação na classificação geral.

Jogando numa Arena com os portões fechados por determinação da Federação Paulista por causa da pandemia do coronavírus, o Ituano começou melhor. Taliari assustou o goleiro Cássio com um cabeceio. Na segunda vez que chegou ao ataque marcou o gol. Aos 14 minutos, Taliari toca para Breno Lopes na esquerda que vê Yago aberto na direita. Ele foi cruzar e encobriu o goleiro Cássio. Um golaço. “Foi um cruzamento muito rápido e a bola subiu. Pegou o Cássio de surpresa” disse Breno Lopes que marcou o seu primeiro gol pelo Ituano. O Corinthians tentava chegar ao gol de Edson com cruzamentos. Leo Rigo fez dois cortes precisos. Quando conseguiu finalizar, encontrou o estreante Edson pela frente. A primeira com Luan. Everaldo experimentou de fora da área e Edson colocou para escanteio. Boselli recebeu de frente e tocou por baixo. A bola bateu no Edson, subiu, bateu na trave e saiu. Cantillo pegou dentro da área e finalizou no canto. Edson se esticou todo e com um tapa colocou para escanteio. Yoni Gonzalez tentou duas vezes. Um com o pé e outra de cabeça. Nas duas Edson fez a defesa. Feliz com a estreia, Edson elegeu a mais difícil. “Foram boas defesa e estava num bom dia. Agradeço aos meus companheiros de defesa, mas aquela defesa no chute do Cantillo no chão foi a mais difícil” contou Edson. Nos acréscimos aconteceu o que poucos acreditavam naquele momento. Numa bola mal rebatida, a bola sobra para Everaldo que de primeira toca para Luan. Com qualidade, ele bate pelo alto, longe do alcance de Edson.

Mesmo indo com o empate para o intervalo, o Ituano não se abateu. Voltou com o jovem Leo Duarte na direita e teve as melhores chances na segunda etapa. A bola mais perigosa do Corinthians foi com Boselli que desvia um cruzamento de Luan. A bola passa por cima do travessão. Já o Ituano chegou duas vezes com muito mais perigo. Numa jogada de Pacheco que entrou na área driblando, em vez de finalizar, rolou para trás e na sequência, Baralhas acertou uma bomba. Cássio colocou para escanteio. Na outra, Pacheco pegou de primeira e obrigou Cássio a se esticar todo. Apesar da pressão do Corinthians no final de jogo, o empate estava garantido. “Ponto importante e de peso. Vimos a rodada com outras equipes encostando e nós na beira da zona do rebaixamento. Fico orgulhoso de nossos jogadores que demonstraram em campo muita luta e espírito de guerreiros para conquistar este ponto importante aqui em Itaquera. Nós sabíamos que íamos ter momentos de se defender bem, e outros momentos de contra-ataque. Pena que não aproveitamos melhor nossas chances. Tivemos boas situações e poderíamos ter saído daqui com uma vitória. Foi um ponto a ser valorizado pela gente” comentou Vinicius Bergantin. Goleiro Edson também saiu muito satisfeito de Itaquera. “Foi uma grande estreia. Quero agradecer ao Vinicius e ao Ferreira (treinador de goleiros) pela confiança. Pude mostrar meu trabalho como disse aqui quando cheguei. Espero continuar ajudando o Ituano”.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

15/março