Ituano volta com um ponto de Novo Horizonte


8 de agosto de 2021 | Notícias

Léo Duarte quase fez de calcanhar em Novo Horizonte

De calcanhar, Léo Duarte quase tirou o zero do placar contra o Novorizontino.

A disputa entre Novorizontino e Ituano em Novo Horizonte valia o segundo lugar do grupo. Jogando no Jorge Ismael de Biasi, o Novorizontino não sofreu gol nesta Série C. Em 5 jogos, venceu 4, todos por 1×0. Já o Ituano vinha de 7 jogos seguidos marcando gols. Desde o empate em 0x0 com o São José em Porto Alegre, o Ituano marcou 12 gols nesta sequência com média de 1,72 gols por jogo. A defesa do Novorizontino derrubou esta sequência positiva de gols e o Ituano impediu mais uma vitória em casa do clube de Novo Horizonte. O zero no placar manteve o Novorizontino na vice-liderança com 20 pontos, empatado com o Ituano que tem saldo inferior de gols. “Isto demonstra como foi equilibrada esta partida. Aqui em Novo Horizonte ele só tinham tido um empate, ganharam todos os outros. Não viemos aqui em busca deste empate. Viemos em busca dos três pontos. Mas diante das circunstâncias, do equilíbrio do jogo e pelo que as duas equipes produziram, o resultado foi justo” comentou o técnico Mazola Júnior que completou nesta partida seu jogo 50 no comando do Ituano somando as duas passagens.

Muito disputado no meio campo, o jogo só teve emoção no final do primeiro tempo. Primeiro numa finalização de Fernandinho após passe de Igor Henrique para a defesa do goleiro Lucas Pereira. E num lance de criatividade de Léo Pereira que cercado dentro da área e de costas, tentou de calcanhar. A bola raspou a trave! No segundo tempo, o Novorizontino assustou colocando uma bola no travessão em chute colocado de Douglas Baggio. E depois numa bomba de Léo Baiano que o goleiro Edson seguro, fez a defesa. O 0x0 é motivo de alegria para os goleiros. “Comemoro poder ajudar a conquistar este ponto fora de casa, mas nada tira o mérito dos meus companheiros. Eles correram do começou ao fim e se doaram para caramba. Tudo isso é fruto do trabalho da semana. Este ponto poderá fazer a diferença lá na frente” afirmou Edson que no Paulista também não sofreu gol contra Guarani e São Bento. E viu do banco as duas derrotas indigestas contra o Novorizontino neste ano. “Eu estava nos outros jogos e o placar foi adverso. Agora viemos mais uma vez com o intuito de ganhar, mas nada de ficar triste com este empate que poderá ser importante na classificação” valorizou o ponto conquistado.

A sequência de pontos conquistados contra clubes que estão brigando na parte cima da tabela é destacado. Do grupo de 5 clubes que brigam pela classificação, o Ituano venceu Ypiranga e Criciúma, empatou com o Novorizontino e perdeu para o Botafogo em Ribeirão Preto. Agora vem uma sequência com os clubes que estão na parte debaixo da tabela. O técnico Mazola Júnior dá o alerta e chama atenção. ““Conseguimos fazer 7 pontos em 12 disputados contra equipes que estão brigando pela classificação. Isto nos dá um bom alento. Mas vamos pensar jogo a jogo. O São José será um jogo difícil. Nós não podemos de forma alguma olhar para a tabela de classificação para analisar o São José e outras equipes. Porque se não poderemos ter algum tropeço que pode comprometer nossa classificação” lembrou Mazola Júnior. O goleiro Edson ainda lembra que os times também se modificaram. “Os times todos se reforçaram em busca dos seus objetivos. Sabemos também da qualidade do nosso grupo. Não tem time bobo na Série C e vamos manter esta pegada com os pés no chão que vamos atingir nossos objetivos”.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Fernando Roberto
Fotografo

8/agosto