Ituano voltou com uma derrota de Araraquara


27 de março de 2017 | Notícias

Juliano Levak estreou neste Paulista e marcou o gol. A esperança de uma reação na partida durou pouco.

O técnico Roque Júnior avisou na sexta que o jogo em Araraquara era uma decisão para os dois times. O Ituano precisava da vitória para chegar à última rodada com uma boa condição de brigar pela classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. Já a Ferroviária era a última chance em casa de fugir da zona de rebaixamento. Foi o time de Araraquara que entrou mais ligado na partida e em 12 minutos conseguiu fazer dois gols em dois lances de sorte. No primeiro gol o chute de Tiago Marques fora da área ia para fora. A bola desviou em Naylhor e enganou o goleiro Fábio. No segundo, após falta para a área, Guly tirou e Juninho acertou uma bomba de primeira para fazer dois a zero. Na saída do primeiro tempo, os mais experientes do Ituano reconheciam que o time não estava bem. “Temos que acordar. Entramos apáticos. Nós sabíamos que eles viriam fortes” afirmou o capitão Naylhor. “Temos que jogar. Não estamos jogando nada” afirmou Lima. O goleiro Fábio concordou. “Temos que voltar a jogar com simplicidade para vencer”. O técnico Roque Júnior concordou. “Não entramos ligados no jogo. Eu avisei e chamei atenção que era um jogo decisivo. Não fizemos o que deveria fazer para não sermos surpreendidos. Isso foi determinante para a nossa derrota”. O Ituano ficou estacionado nos 13 pontos e vê a classificação mais difícil para a última rodada.

O incrível que foi o Ituano que criou a primeira chance real de gol. Igor roubou a bola na esquerda, foi a linha de fundo e cruzou para trás. Simião chegou batendo forte e Tadeu fez a defesa. Aí vieram os dois descuidos e a Ferroviária abriu o placar em 2×0. Roque Júnior fez uma alteração ousada. Colocou o jovem Juliano Levak no lugar do volante Walfrido e recuou Igor no meio. O jogo ficou equilibrado, mas o Ituano só chegou ao gol numa jogada pela direita com Arnaldo que cruzou para Marcelinho. No intervalo, Roque Júnior colocou Romarinho no lugar de Claudinho e iniciou a pressão em busca do gol. Aos 17 Igor tocou rápido para Juliano Levak na direita. Já dentro da área, ele bateu por baixo do goleiro Tadeu. Nem deu tempo de comemorara. Na saída de bola, a assistente Tatiane Sacilloti levantou a bandeira marcando falta. O árbitro Leandro Bizzio deu a vantagem, mas o atacante estava em impedimento. A assistente não soube o que fazer. Na sequência, Tiago Marque cortou para o meio e bateu forte pelo alto para fazer 3×1. Roque ainda colocou o time mais a frente com a entrada de Lucas Crispin, mas não conseguiu chegar a marcação do segundo gol. “Quis ganhar mais posse de bola no meio campo e deixar o time mais ofensivo, já que o placar era desfavorável. Melhoramos no segundo tempo. Foi um risco calculado já que a Ferroviária só chegou ao gol uma vez naquele impedimento não marcado. Nós perdemos o jogo” afirmou Roque Júnior. O Ituano joga as últimas chances na quarta contra o Red Bull no Novelli Júnior. todos os jogos serão no mesmo horário, as 21hs45. Além da classificação para a próxima faze, o Ituano tem como objetivo garantir uma vaga para a Série D do próximo ano.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

26/março