Júnior Santos marca e Ituano conquista mais uma vitória


26 de fevereiro de 2018 | Notícias

O Ituano venceu o Red Bull por 1×0. Foi a segunda vitória consecutiva e a terceira no Campeonato Paulista. Time chegou a 4a posição na classificação geral.

A vitória contra o São Paulo na última quarta influenciou na sequência do Ituano no Campeonato Paulista. Aumentou a confiança de todos e mesmo enfrentando um time técnico que também briga pela classificação, venceu o Red Bull debaixo de chuva no Novelli Júnior. “Sim. O jogo contra o São Paulo foi um divisor de águas. Se perdêssemos aquela partida estaríamos nos complicando no campeonato. Com esta segunda vitória consecutiva demos um salto e um passo importante em busca da classificação” afirmou Serrato. Há um ano o Ituano não conquistava duas vitórias consecutivas. A última vez foi nas 2ª e 3ª rodadas do Paulista do ano passado quando venceu o Palmeiras e o São Bento. Curiosamente com os dois jogos também no Novelli Júnior. O Ituano soube aproveitar o momento. “Eu falei para eles na preleção que tínhamos que aproveitar o resultado positivo contra o São Paulo. Pegar o espírito daquela partida, o gosto pela vitória, e trazer para a partida de hoje. Os jogadores souberam sofrer contra uma boa equipe do Red Bull. Foram competentes e o mérito é totalmente deles. Compraram a causa do clube para buscar a classificação. Mesmo nos momentos difíceis, eles nunca tiveram dúvidas da capacidade deles e mereceram estas duas vitórias” comentou Vinicius Bergantin. Com mais esta vitória o Ituano se manteve na 2ª posição do grupo A, agora com 14 pontos, sendo dois na frente do Bragantino. E subiu para a 4ª posição na classificação geral.

Uma tempestade castigou a cidade de Itu uma hora antes de começar a partida. Quando o jogo começou, a chuva diminuiu. Com um gramado perfeito por causa do bom sistema de drenagem, quem começou castigando foi o atacante Claudinho. Ele recebeu na direita, passou pelo marcador e bateu no canto do goleiro Júlio Cesar que teve que se esticar todo para fazer a defesa. Depois foi a vez de Serrato experimentar da entrada da área. O Red Bull só conseguiu finalizar a primeira aos 26 minutos com Deivid para defesa segura de Vágner. Aos 30 minutos aconteceu o lance que decidiu a partida. Guilherme antes da linha de meio campo, fez um passe longo para Júnior Santos que pela primeira vez começa como titular por causa da lesão de Ronaldo. Ele partiu em velocidade, tirou o primeiro zagueiro da jogada, ameaçou ir para a direita, cortou para esquerda e bateu com o pé direito na saída do Júlio Cesar. Na comemoração ele ajoelhou, se emocionou e foi abraçado por todos os companheiros. “Foi uma emoção muito grande. Eu tinha falado para meus companheiros quando fiquei sabendo que ia começar jogando que estava muito confiante. Você sair de uma equipe amadora da Bahia e em apenas um ano jogar num clube com a grandeza do Ituano, maior campeão do Interior. Foi uma coisa de Deus. Por isso naquele momento eu ajoelhei e agradeci por tudo’ explicou Júnior Santos

O jogo ficou mais aberto a partir daí. O Red Bull foi mais ao ataque e criou algumas boas oportunidades. Novamente Vágner apareceu muito bem no jogo. Fez defesas difíceis. Num chute cruzado de Eder Luís. Em outro lance Vágner deu rebote e corajosamente foi no pé do atacante para evitar o empate. Nas jogadas de contragolpe, o Ituano ameaçou com algumas finalizações de fora da área. No final, a confirmação da vitória por 1×0, valorizou o gol de Júnior Santos. “O Júnior é um cara muito querido. O elenco adotou ele que começou a jogar bola com 21 anos. Ele vem aprendendo demais. Tem uma fome de crescer e vencer. Não apenas os jogos, ele quer vencer na vida. O que aconteceu hoje não é novidade para nós. Sabemos do potencial dele que não fez base e por isso sofre um pouco mais. Mas ele tem dado um salto muito grande desde que começou na 4ª divisão. Mostra o potencial que ele tem e vai crescer ainda muito mais” comentou Vinicius Bergantin. “Senti um carinho muito grande de todos aqui desde o primeiro dia que cheguei. Isso me deu mais confiança. O grupo é muito bom. Desde os mais jovens, até os mais velhos. Todos falam comigo e dão conselhos. Procuro escutar e aprender porque não tive base. Toda a experiência que eles me passam procuro ir assimilando. Ainda tenho muita coisa para aprender. Aos poucos vou melhorando a cada dia para poder ajudar o Ituano” falou com humildade este baiano de 23 anos e que tem menos de dois como atleta profissional. “Foi um técnico meu da seleção intermunicipal que me indicou para o Luciano Baiano, técnico do Osvaldo Cruz. Lá ele me deu chance, e pude jogar a 4ª divisão. Agora estou aqui no Ituano” contou Júnior Santos que fez 12 jogos e marcou 5 gols no ano passado pelo Osvaldo Cruz. No Ituano já marcou seu primeiro gol.  

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

26/fevereiro