Noite triste para o Ituano


7 de março de 2020 | Notícias

O melhor da noite de sexta no Novelli foi a homenagem as mulheres. Depois do apito, derrota do Ituano por 2×0 para o Guarani.

O jogo contra o Guarani tinha três importâncias. A vitória levaria o Ituano aos 12 pontos e atingiria a primeira meta. Com esta pontuação, entraria na briga por uma das duas vagas as 4as de final do Campeonato Paulista. A terceira importância é a valorização e a importâncias das mulheres em campo promovida pela Federação Paulista de Futebol. Os 22 atletas do Ituano e Guarani entraram em campo acompanhado de mulheres. Posaram junto com os times e fizeram um apitaço no início da partida. O jogo abriu a 9ª rodada que homenageia o Dia das Mulheres celebrado no domingo. Quando o árbitro deu início da partida, para o Ituano não houve motivos de sorrisos. “Foi uma noite dolorosa pelo resultado. Foi muito difícil. Não é um jogo que engana, mas sentimos muito a derrota. Porque tivemos 16 escanteios a favor, 17 finalizações. Claro que faltou a chance real. Foram várias chances passando na área e faltou essa agressividade. Faltou esta oportunidade que o Guarani teve e eles souberam aproveitar e que transformaram em gols. Precisamos ser mais agressivos na parte ofensiva. Porque não podemos chegar 17 vezes ao gol e não tem uma chance real. E não faz um gol. Temos que nos atentar para este aspecto. Temos que ser mais efetivos no jogo” comentou Vinicius Bergantin. Guarani venceu por 2×0 com um gol marcada em cada tempo. E ainda perdeu dois jogadores lesionados para os três jogos restantes da primeira fase. O Capitão Correa e o zagueiro Ricardo Silva sentiram a coxa.

O momento da lesão do capitão e comandante do time em campo foi aos 15 minutos de jogo. Correa parou de correr, levou as duas mãos ao rosto e ficou parado alguns segundos. Tempo suficiente para entristecer a todos pela sua dor. Aos 22 numa bola lançada na área do Ituano, houve um momento de indecisão e Júnior Todinho foi preciso ao finalizar a sobra para marcar 1×0. O Ituano realmente chegava ao gol do Guarani. Com Serrato que finalizou várias vezes de fora da área. E com Luizinho da entrada da área. Antes do final do primeiro tempo, outra notícia ruim. Ricardo Silva deu um pique para proteger a bola e logo depois dela sair pela linha de fundo, colocou a mão na coxa e pediu substituição. No segundo tempo o Ituano continuou em busca do empate. Serrato foi o que mais chutou ao gol. Mas o empate não veio. O pior aconteceu. Aos 25, Júnior Todinho se colocou bem na área e aproveitou um cruzamento rasteiro para marcar 2×0. “Claro que na derrota essa situação se potencializa. Sem dúvida que o Correa faz falta. Por outro lado, confiamos no grupo. Tivemos momentos difíceis no campeonato e soubemos reagir. Temos que ter serenidade, muita calma e olhar bem os adversários que nos faltam e o que vai acontecer na competição. Não podemos questionar tudo e perder o foco. Precisamos manter o equilíbrio. Não podemos nos perder pelas próprias decisões” alertou Vinicius.

Faltando três rodadas para terminar a 1ª Fase do Campeonato Paulista, o Ituano ainda precisa de três pontos para teoricamente estar livre do perigo do rebaixamento. O Ituano terá dois jogos fora, Corinthians no próximo domingo em Itaquera e Santo André na última rodada. O jogo com a Ferroviária no Novelli Júnior, será dia 20, novamente numa sexta feira. O objetivo é conquistar uma vitória. “Hoje o foco são os três jogos que nos faltam. Não podemos fugir desta situação e desta realidade. Vamos enfrentar este momento difícil. Vamos em busca deste objetivo do campeonato que são os 12 pontos” afirmou o técnico Vinicius Bergantin. Serenidade e calma neste momento, Afinal tem times em piores situações. 

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

07/março