Pacheco valoriza o elenco do Ituano


10 de dezembro de 2020 | Notícias

Pacheco faz o passe para Luiz Paulo marcar o gol

Pacheco que fez o passe para Luiz Paulo marcar, valoriza a participação de todo o elenco na Série C

Em 18 jogos na 1ª Fase do Brasileiro Série C, o técnico Vinicius Bergantin só repetiu a mesma formação uma única vez. Foi ainda no 1º turno, na derrota para o Ypiranga em Erechim e o empate sem gols contra o São Bento. Foram 16 formações diferentes por vários motivos. Esta característica valoriza o potencial do elenco e mantem todos motivados. Tanto que 16 atletas têm 11 ou mais jogos na competição. Mas isto não impede o bom entrosamento de equipe. “Temos jogado com muita formação diferente neste campeonato. O Vinicius tem feito muito treino tático, de infiltração e finalização e isso ajuda muito durante o jogo. Contra o São Bento, eu olhei para o Luiz Paulo e ele já entendeu. Fiz o passe e houve o entendimento para sair o gol” contou o lateral Pacheco que jogou 14 partidas, marcou um gol e fez esta assistência para o Luiz Paulo. Se o gol não saísse ele estava pronto para o rebote. “Esta é uma característica minha. Avanço por dentro e fico esperando. Se sobrar a bola como aconteceu contra o Red Bull quando fiz o gol. Mas desta vez não precisou. O Luiz Paulo fez um bonito gol” lembrou Pacheco que também fez um gol no Paulista em Bragança Paulista.

Pacheco tem 29 anos e chegou a primeira vez no Ituano em 2015. Ele tem participado desta trajetória positiva do clube. Desde a boa participação na Copa do Brasil no mesmo ano, e no seu retorno para a campanha do acesso na Série D do ano passado. Com sua experiência, ele sabe que nesta 2ª Fase aumenta a responsabilidade pela qualidade dos adversários e afunilamento do campeonato. “Temos que subir o nível. Temos um elenco muito forte para esta disputa. Não são somente os 11 titulares, mas temos mais de 25 para fazer o máximo em busca do acesso” afirmou Pacheco com 73 jogos no Ituano. Quando defendeu outras equipes na sua carreira, teve oportunidade de enfrentar o próximo adversário em Goiânia. Mas, ele não conhece o local da partida. “Já enfrentei o Vila Nova que é um adversário difícil. Mas nunca joguei no estádio Olímpico. Sei que o gramado é bom. Quanto melhor o gramado, melhor o jogo” finalizou Pacheco que tem 4 gols e 5 assistências no Ituano. Vila Nova e Ituano está marcado para a próxima segunda, as 20 horas com transmissão do DAZN.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

10/dezembro