Técnico Vinicius Bergantin chega a marca centenária


27 de novembro de 2020 | Notícias

Técnico Vinicius Bergantin

Neste sábado contra o Ypiranga, Vinicius Bergantin chega a 100 jogos no comando do Ituano.

Nesta década desde 2011 o Ituano teve apenas 7 técnicos no comando de sua equipe profissional. Entre eles Rui Scarpino, campeão em 2002 e 2003 que retornou ao clube em 2011 e ultrapassou a marca centenária de jogos. E Tarcísio Pugliese que trabalhou durante quase três anos completos. Neste sábado, Vinicius Bergantin chega a marca centenária e já estabeleceu um recorde de permanência no clube para 3 anos e 5 meses. “É um motivo de muito orgulho. De retribuir tudo que o Ituano fez para mim como atleta e agora como treinador. São duas coisas a serem destacadas. Cem jogos ainda mais aqui no Brasil, não é mérito somente meu, mas também da gestão do clube, além dos atletas nos elencos que trabalhamos aqui desde o início nestes três anos e meio. Foram jogos em campeonatos diferentes com características diferentes, mas sem perder a essência que o Ituano tem. Com verdade e trabalho. É assim que tratamos todos e é assim que o clube nos trata. São 100 jogos no profissional, mas sem se esquecer de estender aos 3 anos que dedicados a categoria de base. Este trabalho foi fundamental para o meu crescimento, para quando tivesse uma oportunidade no profissional, fosse de maneira solida. É este conhecimento que trago para o profissional. Esta preparação que aumenta ainda mais minha identificação com a história do clube” comentou Vinicius Bergantin que chegou ao clube aos 14 anos para ser zagueiro no sub 15. Jogou em todas as categorias e foi o capitão do título Paulista em 2002.

Vinicius Bergantin depois de jogar por 8 temporadas no Hannover da Alemanha, retornou ao Brasil para encerrar a carreira. No final de 2012 após fazer alguns cursos preparatórios como técnico, iniciou a carreira assumindo o sub 17 em 2013. No ano seguinte assumiu o sub 20 e levou o Ituano a semifinal do Paulista. Trabalhou em três Copas São Paulo e chegou as 8as de final em 2015. Foram 81 jogos como técnico da base para em 2016 se tornar o auxiliar técnico do Tarcísio Pugliese no profissional. Até que em junho de 2017 fosse efetivado como técnico do profissional. Esta mentalidade dos gestores do clube favoreceu o crescimento profissional do Vinicius. “Acredito que sim. É um modelo de gestão que acredita nas pessoas. Contrata não só atletas, e pessoas da comissão técnica, mas todos que são contratados aqui. Tem que estar no perfil do clube. Contratar a pessoa certa com qualificação, e dentro da filosofia do clube, para ter o mesmo objetivo. O que eu quero é o mesmo que o Ituano quer. E de todos do clube em todos os setores. Eu vejo que aqui todos pensam igual. Isso é fundamental para o clube conseguir este crescimento e agora temos um calendário mais forte. No início falávamos que o Ituano era o clube certo na divisão errada por causa do cenário nacional. Aos poucos estamos conseguindo mudar esta situação e quem sabe dar um passo a mais para colocar o Ituano na Série B” afirmou. O Ituano faz média de 30 jogos por ano entre o Campeonato Paulista e os Brasileiros da Séries C e D. Por isso a marca é mais expressiva num clube fora das grandes competições nacionais. As Séries A e B tem 38 rodadas.

O primeiro jogo do Vinicius Bergantin foi como interino. No Campeonato Paulista de 2016, Tarcísio Pugliese foi suspenso para o jogo contra o São Paulo do técnico argentino Edgardo Bauza no Novelli Júnior. Vinicius estreou com um empate em 1×1. Nestes mais de três anos foram vários jogos emblemáticos. Qual foi o especial para o técnico Vinicius Bergantin? “É difícil! Se eu pensar em resultado e a importância do jogo com certeza é o acesso para a Série C. Mas se falar de um único jogo, não tem como não lembrar da vitória por 5×1 contra o Santos do Sampaioli. Foi uma noite onde tudo funcionou. O plano de jogo funcionou com todas as determinações cumpridas pelos atletas. Tudo deu certo. Foi uma vitória histórica. Não só para o meu coração, mas para todos os torcedores que estavam presentes no Novelli e vibraram com este resultado” disse Vinicius que neste sábado terá outro jogo especial. “Temos que entrar em campo com o mesmo foco que temos entrado nas últimas partidas. Conseguimos vitórias de maneiras diferentes a cada jogo. Saímos atrás contra o Brusque e conseguimos a virada. Ficamos com um a menos contra o São José e redobramos as forças e conseguirmos o gol no final. O jogo muito maduro e consistente contra o Volta Redonda e um jogo tenso, mas que conseguimos manter a concentração e não paramos até conseguir a vitória contra o Boa Esporte. Nós estaremos cada vez mais concentrados para esta partida de sábado que será um jogo de 6 pontos. Uma vitória nos dará a classificação. Vamos trazer tudo isso de bom que vem nos acontecendo nas últimas semanas em busca de mais uma vitória”. Ituano e Ypiranga jogam as 16 horas no Novelli Júnior com transmissão do MyCujoo.  

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

27/novembro