Venceu a experiência


7 de janeiro de 2022 | Notícias

Mais forte e experiente, o Fortaleza soube vencer o Ituano que decide a classificação contra o Concórdia.

A Copa São Paulo é para dar experiência e oferecer intercâmbio para a última categoria da base antes de seguir para o profissional. Importante para os jovens que vão amadurecendo e crescendo no futebol. Mas numa competição onde a idade pode chegar até aos 21 anos, liberado pela organização por causa da não realização do campeonato no ano passado, há diferenças visíveis de times para times. O Fortaleza que disputa o Campeonato Brasileiro trouxe um time forte e com 8 atletas de 21 anos. O Ituano investe na qualidade e no crescimento da equipe. Assim no time titular, tem dois destaques do Paulista sub 17.  Esta diferença explica a derrota por 2×0 em Suzano. “A gente sabia das dificuldades que teríamos em enfrentar este Fortaleza experiente, mas hoje o time se suportou muito bem. Fizeram o que foi treinado em um único dia e o que foi pedido para eles após a análise do jogo do adversário. O Ituano fez um bom primeiro tempo. Difícil falar de arbitragem, mas na minha opinião não foi pênalti. Foi um erro e faz parte do futebol. Os nossos garotos estão de parabéns pelo jogo que fizeram. A experiência nesta hora fez a diferença. Gostei do nosso jogo e pensar no próximo jogo contra o Concórdia e esquecer esta derrota” comentou o técnico Luís Antônio.

Com a mesma formação de estreia, o Ituano começou fechado, diminuindo os espaços do Fortaleza que impôs o ritmo de jogo. Criou apenas duas chances de gol com o goleiro Jian Kaio fazendo boas defesas. A segunda numa cabeçada dentro da área. Até que veio o lance que o árbitro Leandro Carvalho marcou pênalti. O zagueiro Bryan não toca no atacante que pula, caindo no chão. A partir deste gol, o jogo mudou. “Nosso time veio com uma proposta e deu certo até o momento do pênalti duvidoso. Nosso jogo estava bom, estávamos conseguindo jogar. Fechado, oferecendo pouco espaço e saindo para jogar. Infelizmente teve este lance e sofremos o gol” conta o meia Aluísio que participou antes de um lance que poderia mudar a história da partida. Kaique Clemente vira o jogo para esquerda. Aluísio recebe dentro da área e faz o cruzamento para Felipe Fonseca de frente para o gol que foi derrubado. “Estava muito próximo do lance. O zagueiro não toca na bola, vai só no corpo do Felipe e tem o contato. Na minha visão foi muito pênalti” explicou Aluísio que do elenco do Ituano já jogou no profissional. O outro é justamente o Felipe Fonseca que saiu lesionado após o lance. Ambos têm 18 anos.

Com o placar favorável, o Fortaleza jogou na experiência e o Ituano não conseguiu desenvolver suas jogadas. O jogo ficou amarrado, truncado e cheio de faltas. Com qualidade, o time cearense conseguiu chegar ao segundo gol com Douglas aos 39 minutos. Com a vitória, o Fortaleza confirmou o favoritismo e a classificação antecipada. A segunda vaga será disputa entre o Suzano que venceu o Concórdia por 3×2 e o Ituano que precisa vencer bem o time catarinense na segunda feira. “No último jogo só temos que pensar em vencer o Concórdia e aguardar o jogo entre Fortaleza e Suzano. Falei a pouco nos vestiários, primeiro temos que fazer o nosso papel. Eles vão ter que vivenciar isto. Quando você não consegue fazer o seu dever, temos que vencer e torcer para os outros. Este é uma experiência a mais nas vidas deles. Isto vai acontecer na segunda feira. Temos que vencer bem e esperar o resultado da outra partida” afirmou Luís Antônio. O camisa 10 do Ituano está otimista. “Vamos ver as coisas boas deste jogo e vamos com força máxima na segunda para buscar esta classificação que será muito importante para nós” disse Aluísio.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Paulo Pinto
Fotografo

7/janeiro