Vinicius Bergantin completa dois anos no comando do Ituano


26 de junho de 2019 | Notícias

Sua estreia foi justamente no último jogo da Série D 2017. Agora ele está nas 8as do Brasileiro.

Nesta semana que o Ituano se prepara para iniciar a fase de 8as de final da Série D, o técnico Vinicius Bergantin comemora dois anos de comando da equipe. Curiosamente seu primeiro jogo como técnico definitivo foi na última partida da Série D de 2017. Vinícius é o segundo técnico formado no clube após o Doriva que conquistou o Paulista 2014. Ele fez o mesmo caminho começando na base e o próprio Vinicius prepara o seu sucessor. “É um motivo de muito orgulho esses dois anos. O Luiz Antônio é um excelente profissional. Acho que é uma liga muito boa por ele ter sido atacante e eu zagueiro. A gente quase que se completa. Ele tem também excelentes treinamentos para os atacantes. A gente sempre vem fazendo campanhas com muitos gols no Paulistão e na Copa Paulista. E isso ajuda muito. A questão da integração nossa com as categorias de base passa também pelo Luiz Antônio. Ele também viveu desde o sub 15 até o sub 20. Então é a cara do Ituano. Formando jogadores e formando bons profissionais também para a comissão técnica” explicou Vinicius Bergantin citando o seu auxiliar técnico. Com um terço do elenco formado na base e técnicos com a mesma identificação com o clube, foi criada uma filosofia de trabalho no Ituano. “Acho que se fortaleceu cada vez mais essa cultura do DNA do clube, que passa por essa integração da categoria de base. Acho que também, os jogadores que estão a longo prazo aqui. Vou dar o exemplo de Serrato, Paulinho Dias e Corrêa. São jogadores que compraram a causa do clube. Antigamente se pensava muito em fazer o Campeonato Paulista e sair rápido daqui para a carreira individual de cada um e jogar uma Série B ou tentar sair do país. Eu acho que esses jogadores valorizam mais o Ituano hoje em dia. Sabendo que independente da divisão, eles estão no clube certo”.

O Ituano vai decidir a vaga para a próxima fase contra o Vitória, atual campeão capixaba. O primeiro jogo será no Espírito Santos no próximo domingo e o segundo no Novelli no dia 6, sábado. “Foram dois jogos de muita excelência contra a Caldense. Agora vamos pegar uma outra grande equipe. O Vitória, que eliminou o Brasiliense que colocou muita dificuldade para a gente na primeira fase. A gente sabe que serão dois jogos dificílimos. Uma equipe muito bem treinada, com um perfil interessante para a competição. Mas nós temos que manter o nosso nível de concentração. O nosso entendimento de cada jogo. O perfil de jogo em casa e o perfil de jogo fora. Para que a gente continue sonhando com o acesso” comentou Vinicius Bergantin. O cenário também muda. Em vez de decidir fora como na fase anterior, agora a decisão será em casa. Isso faz diferença. “Acredito que sim. Claro que se fosse o primeiro jogo em casa também, a gente teria que passar pelas adversidades. Mas acredito que sim. Faz uma diferença decidir em casa. Porque, querendo ou não, nós conhecemos o nosso campo e sabemos da nossa qualidade. Então, sempre melhor decidir onde a gente mais conhece” disse o zagueiro Fellipe que marcou um gol contra a Caldense. “Os atletas estão num nível de sintonia muito bom. Estão num nível de motivação ótimo. Eles não veem a hora desse jogo acontecer. Claro que existe toda uma preparação no meio desse tempo. A gente soube jogar muito bem os dois jogos contra a Caldense, aproveitando o fator casa. E também soube controlar o jogo fora de casa e aproveitar as brechas que a Caldense nos proporcionou. Então é a gente não abaixar a guarda e continuar com esse nível de concentração e esse nível de respeito com o adversário. A gente só conseguiu um bom resultado porque a gente respeitou bastante a Caldense. E contra o Vitória não vai ser diferente. Mais uma etapa nosso no campeonato que vai pedir o máximo da gente em todos os níveis” finalizou Vinicius Bergantin.     

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

26/junho