Vitória dará nova perspectiva ao Ituano


5 de março de 2020 | Notícias

No ano passado, Serrato ajudou na vitória contra o Guarani. Adversário desta sexta no Novelli.

Com 9 pontos em 8 rodadas, o Ituano enfrenta o Guarani nesta sexta com o objetivo de entrar de vez na briga pela classificação. O jogo tem dupla importância. “É muito importante. Até porque a gente, ganhando do Guarani, entra na briga pela classificação e alcança o primeiro objetivo, que é o de todas as equipes fazer os 12 pontos. Então é de suma importância ganhar esse jogo do Guarani” explicou o lateral direito Pacheco que marcou gol contra o RB Bragantino. “Temos que estar atentos. Temos que ter atenção porque é um jogo perigoso. Se ganharmos, esquece o que ficou para trás e vai pensar lá em cima. Então é um jogo que temos que ficar muito atentos” lembrou o lateral esquerdo Breno Lopes. O técnico Vinicius Bergantin reforça o pensamento. “Não podemos fugir do assunto e da responsabilidade. A gente vem falando disso. Temos que tomar cuidado para não entrarmos nessa ansiedade e nesse nervosismo. Os jogos nesse perfil e nessa etapa do campeonato, começam a ficar mais abertos e mais arriscados. Temos que ter um equilíbrio. A gente conseguiu as vitórias e conseguimos nos recuperarmos no campeonato com muito comprometimento, equilíbrio e entendendo a situação que a gente vinha passando. Então não podemos agora entrar numa loucura de conseguir esses 12 pontos de qualquer jeito, porque vamos enfrentar uma grande equipe. Uma equipe técnica e que tem um calibre muito bom hoje no campeonato. A gente não deve se atirar, se abrir e querer o gol a qualquer custo. Temos que construir essa vitória. Assim como foi com a Ponte Preta e o Santos”.

Vinicius Bergantin está há quase três anos no comando do Ituano e sempre procurou manter uma equipe base. Neste Paulista contrariou seu estilo e colocou 7 times diferentes em 8 jogos. “A gente teve uma reação muito boa contra a Ponte Preta. Depois um excelente jogo contra o Santos. Não temos nada definido. A gente vem mudando bastante a equipe. Algumas questões de lesão, perfil de adversário. Está sendo um ano diferente para quem me conhece. Eu gosto de ter esta base e as opções de melhora de jogo quando a gente opta pelas mudanças. Não tem nada definido, mas o time demonstrou, nos dois últimos jogos, em casa principalmente, uma evolução muito grande. Esse encaixe que a gente fala. Vamos estar sempre atento ao que vem acontecendo durante a semana. Os atletas estão dando boas respostas nos treinamentos para a gente não só pensar em mudança inicial, mas também em ter outras opções para mudança de jogo no segundo tempo” explicou. Os próprios laterais não jogaram todas. “Estou me sentindo bem. Esse momento que fiquei de fora aprimorei muita coisa que eu estava precisando. E agora com essa sequência estou evoluindo para fazer grandes jogos” afirmou Breno Lopes que foi titular em 4 jogos. Pacheco que também jogou 4 partidas, fez algo diferente contra o Red Bull. “Foi atitude minha partir para o ataque. Fui no automático. Eu toquei para o Taliari no ataque, e nem acelerei para ir no rebote. Mas a bola acabou sobrando e consegui concluir com gol” contou. Atitudes assim ajudam o Ituano conseguir os resultados positivos. E atingir suas metas.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol
Fotografia

5/março